PUBLICIDADE
Topo

Jorge Moraes

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Toyota Etios se junta ao Ford Ka e deixará de ser vendido no Brasil

Divulgação
Imagem: Divulgação
Jorge Moraes

Jornalista, Jorge Moraes trabalha com o segmento automotivo desde 1994. Presente nos principais salões internacionais, é editor do caderno de Carros no Diário de Pernambuco, diretor e apresentador do programa Auto Motor na Band, e âncora do programa CBN Motor na rádio CBN Recife.

Colunista do UOL

08/02/2021 12h36

Estratégia que se renova ou mudanças de planos por causa dos resultados financeiros? Achou que essa "mudança de pegada" do mercado automotivo brasileiro terminaria no Ford Ka e Ecosport? O capítulo de "apertos" continua, com mais um carro deixando de ser vendido no Brasil.

A Toyota comunicará o encerramento das vendas no país do Etios, modelo fabricado desde 2012. Vendidos como sedã e hatch, a dupla foi naturalmente impactada pelo Yaris e se despede do consumidor, levando para a eternidade o "feito" de ter sido um dos veículos mais feios feitos por aqui. De 2012 a 2020, foram produzidas 614.162 unidades do Etios em Sorocaba (SP).

A planta do interior de São Paulo continuará produzindo os modelos voltados à exportação para cerca de cinco países (o bloco do Mercosul está incluído), mas a fábrica passa por uma reestruturação acelerada para atender à demanda do novo Corolla Cross - que será lançado no mesmo mês de encerramento da história do Etios no Brasil, março, com vendas no showroom iniciadas em abril.

O Etios, na sua trajetória de quase dez anos de mercado, recebeu o melhor ajuste de produto em 2017, cinco anos depois do seu lançamento, feito no Salão do Automóvel de São Paulo. Na época, o ingresso da caixa automática e de novas versões foram os "incrementos" mais significativos, reforçando também os retoques de grade, grafismo de painel e multimídia. No ano passado, a Toyota também ofertou para a dupla os cinco anos de garantia entregues para toda a gama.

Atualmente o Etios, sedã e hatch, é vendido no fim de estoque nas versões 1.3 flex de 98 cavalos de potência e 1.5 de 107 cv. A opção da caixa automática custa uma média de R$ 5 mil. O velho compacto parte de R$ 67.290. O modelo X nem no site consta mais.

Procurada pela reportagem, a Toyota sustenta oficialmente que o Etios continuará sendo produzido em sua planta de Sorocaba (SP). E de fato será, mas somente para exportação.

Vale lembrar que este é o terceiro modelo tradicional do nosso mercado que vai dando adeus em menos de um mês. A Ford encerrou a produção do Ka em janeiro, enquanto a Fiat sinalizou que deve deixar de fabricar o Uno em breve.