PUBLICIDADE
Topo

Jorge Moraes

Peugeot 208 tem preço reduzido em R$ 5 mil apenas um mês após lançamento

Jorge Moraes

Jornalista, Jorge Moraes trabalha com o segmento automotivo desde 1994. Presente nos principais salões internacionais, é editor do caderno de Carros no Diário de Pernambuco, diretor e apresentador do programa Auto Motor na Band, e âncora do programa CBN Motor na rádio CBN Recife.

Colunista do UOL

02/10/2020 17h19

Menos de um mês após o lançamento do novo Peugeot 208 no Brasil, a marca francesa cedeu à pressão do mercado e baixou o preço de seu moderno hatch compacto. A redução de R$ 5 mil é para as versões Griffe, Allure e Active Pack, enquanto a de entrada Active tem o desconto de R$ 1.500. Esses valores são válidos para e-commerce da Peugeot, ou seja, para a pessoa física que compra pelo site da marca.

Com essa redução de preço, a Peugeot consegue posicionar o novo 208 no lugar em que ele já deveria estar antes do lançamento: abaixo do Polo Highline. O hatch da Volks sai por R$ 91.150, enquanto o francês, na versão mais interessante, a Griffe, sai por R$ 89.990 com o novo desconto.

Além da falta do motor turbo, o preço foi outro forte ponto de polêmica no lançamento do novo Peugeot 208 no Brasil. O modelo tem atributos para ser a retomada de sucesso da marca francesa no país. O visual externo e interno do compacto é quase uma unanimidade e a entrega de tecnologia está acima da maioria de seus rivais.

O novo 208 oferta motor flex aspirado 1.6 de 118 cv e caixa automática de seis velocidades. O hatch também disponibiliza três modos de condução: eco, sport e normal, mais a troca sequencial de marchas na alavanca faltando os paddle shifts, o que você pode chamar de borboletas atrás do volante.

Em contato com a coluna, a Peugeot ressaltou que os preços só sofreram alterações nas vendas diretas pela internet.

"A Peugeot do Brasil informa que as tabelas de preços públicos sugeridos do Novo 208 continuam as mesmas, bem como as parcelas do programa Peugeot Just Drive It, com recompra garantida a 100% da Tabela Fipe. Esclarecemos, ainda, que com a nova Resolução do Confaz, a cobertura da modalidade de faturamento direto ao consumidor, que nomeamos como Peugeot Direct, foi ampliada com a venda direta para a pessoa física do veículo em estoque da rede, gerando uma oportunidade atraente para que o cliente e o concessionário fechem o negócio."

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.