PUBLICIDADE
Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Infomoto

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Royal Enfield vai montar motos em Manaus (AM) em parceria com a Dafra

Motos serão importadas CKD das fábricas da Royal Enfield na Índia e montadas em Manaus - Arthur Caldeira/Infomoto
Motos serão importadas CKD das fábricas da Royal Enfield na Índia e montadas em Manaus Imagem: Arthur Caldeira/Infomoto
Conteúdo exclusivo para assinantes
Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Colunista do UOL

11/05/2022 16h47

Ao completar cinco anos de sua chegada oficial ao Brasil, a Royal Enfield, marca de origem britânica, que pertence ao grupo indiano Eicher Motors, irá, finalmente, montar suas motos no País. Atualmente, os modelos Royal Enfield são importados da Índia no sistema CBU (Completely Built-Up), ou seja, completamente montados e já prontos para rodar.

Inicialmente, as motos serão produzidas na planta da Dafra, em Manaus (AM), em uma operação CKD (Completely Knocked Down), quer dizer, serão importadas completamente desmontadas das fábricas indianas da Royal Enfield e serão montadas no Brasil. "Ainda não posso precisar a data, mas é fato que, em breve, as motos Royal Enfield serão montadas em Manaus", afirma o country manager da marca indiana, Claudio Giusti.

Entretanto, o executivo garante que a médio prazo a Royal Enfield pretende ter uma unidade fabril própria na capital amazonense. "Desde o início, afirmamos que a Royal tem planos de longo prazo para o mercado brasileiro de motocicletas", complementa.

Os planos da Royal Enfield são semelhantes ao modelo de negócio feito pela BMW Motorrad, que montou suas motos em parceria com a Dafra entre 2009 e 2016, quando inaugurou sua fábrica própria. Atualmente, a Dafra monta alguns modelos da austríaca KTM e da italiana Ducati.

Sexto lugar no ranking de vendas

A Royal já ocupa o sexto lugar no ranking de vendas de motocicletas em 2022. Segundo dados de emplacamento da Fenabrave, federação que reúne os distribuidores de veículos do país, foram emplacadas 2.536 motos da marca indiana entre janeiro e abril deste ano. "Somos atualmente o país onde mais se vende motos Royal Enfield fora da Índia", comemora o country manager da marca no Brasil.

Royal Enfield Classic 350 - Divulgação - Divulgação
Nova Classic 350, que usa mesma base mecânica da Meteor, deverá ser primeiro modelo montado no Brasil
Imagem: Divulgação

Além de aproveitar os benefícios fiscais e manter o preço das motos em um patamar competitivo, a operação de montagem dos modelos CKD (completely knocked-down) no Brasil irá contribuir para ajustar a lucratividade da subsidiária brasileira. Também deverá acelerar a entrega de motos zero quilômetro e a chegada de novos modelos ao País, revela Giusti.

A primeira delas deve ser a Classic 350, que usa a mesma base mecânica da Meteor, mas com um estilo mais clássico, uma característica da marca indiana. Também estão nos planos da Royal Enfield a abertura de mais cinco concessionárias no Brasil no ano fiscal, que vai até março de 2023 - atualmente, existem 20 revendedores da marca indiana em 14 estados brasileiros.