PUBLICIDADE
Topo

Infomoto

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Entregadores: 5 cuidados essenciais que você deve ter com a sua moto

Com mais entregas e mais quilômetros percorridos, é preciso cuidar com carinho de sua companheira diária de trabalho - Fernando Frazão/Agência Brasil
Com mais entregas e mais quilômetros percorridos, é preciso cuidar com carinho de sua companheira diária de trabalho Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil
Conteúdo exclusivo para assinantes
Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Colunista do UOL

26/09/2021 04h00

Durante a pandemia, com o isolamento social, a quantidade de entregadores nas ruas aumentou. Muitos, que perderam seus empregos, viram nos serviços de delivery uma forma de ganhar dinheiro.

As pessoas também se habituaram a usar os aplicativos de delivery e serviços e, com isso, os entregadores e motoboys passaram a rodar bastante com suas motos. Mas quem depende da moto, como sua fonte de renda, tem que cuidar de sua companheira de trabalho.

Pensando nisso, a Castrol, fabricante de lubrificantes, e a Rappi, app de delivery e serviços, se uniram para esclarecer as principais dúvidas dos motoboys sobre manutenção das motos e direção segura.

A capacitação acontecerá por meio de lives mensais que serão realizadas pela equipe técnica da Castrol. A ação se iniciou em 21 de setembro, com a primeira live. A data foi escolhida por coincidir com a Semana Nacional do Trânsito, celebrado anualmente entre 18 e 25 de setembro.

Os temas foram definidos por meio de uma pesquisa feita com entregadores da plataforma, afirma Juliana Maranhão, gerente de marcas da Castrol. As lives são transmitidas por meio do canal Rappi Entregador no YouTube.

"Haverá ainda mais três lives até o fim do ano, nas quais os entregadores podem fazer perguntas e tirar dúvidas com um especialista da Castrol e um convidado", revela Maranhão.

A parceria ainda inclui uma ação promocional do lubrificante Castrol Actevo Essential (10W30 e 20W50), com valor especial para entregadores do Rappi. Em 60 pontos de vendas localizados em São Paulo e na região metropolitana, o lubrificante terá preço especial de R$ 24,90, somente para os motoboys ativos do app. A promoção começa em outubro e, para aproveitá-la, basta informar o ID da Rappi.

Dicas

A pedido da coluna, a Castrol elaborou uma lista com cinco dicas de como cuidar da sua moto; confira:

1 - Manutenção preventiva

É importante respeitar os prazos de manutenção preventiva descritos no manual do proprietário da sua moto, como o intervalo da troca de óleo. Na maioria das motos street, usadas pelos entregadores, a troca deve ser feita a cada 5.000 km, ou seja, não precisa trocar a cada 1.000 km - é desperdício de lubrificante e de dinheiro.

nível de óleo do motor - Divulgação - Divulgação
Verifique o nível de óleo semanalmente; e respeite o intervalo de troca, indicado no manual do proprietário
Imagem: Divulgação

Sempre utilize o lubrificante de motor que atenda as especificações de viscosidade e classificações da sua moto. Essas informações também estão no manual do proprietário.

Confira também os prazos para trocar a vela e o cabo de ignição, pois esses itens vão melhorar o funcionamento do motor da sua moto. Vela e cabo em ordem podem, inclusive, ajudar você a economizar combustível.

2 - Cuidados semanais

Respeitar o intervalo recomendado pelo fabricante da sua moto não significa que você não precise ficar de olho no óleo. Todo dia, ou pela menos uma ou duas vezes por semana, é importante verificar o nível do lubrificante. Caso esteja abaixo do mínimo, complete com o mesmo tipo de óleo.

relação final - Doni Castilho/Infomoto - Doni Castilho/Infomoto
Confira a folga e lubrifique a corrente da sua moto toda semana
Imagem: Doni Castilho/Infomoto

Também é importante verificar a calibragem dos pneus. Pneus murchos, além de comprometer sua segurança, sofrem maior desgaste e ainda fazem sua moto consumir mais combustível. Por isso, verifique a pressão dos pneus semanalmente ou sempre que possível.

Outro item que merece atenção é o sistema de transmissão final da moto, também chamado de relação final ou tração final. O conjunto coroa, corrente e pinhão precisa ser lubrificado e ajustado a cada 1.000 km. Também é importante regular a corrente com a folga recomendada pelo fabricante da moto.

3 - Cuidados gerais

Faça também uma inspeção diária no sistema de iluminação da sua moto. Antes de sair de casa, ao dar partida, enquanto deixa o motor esquentar, aproveite para verificar o funcionamento de farol, piscas, lanterna e luz de freio. Além de ser perigoso, rodar com uma lâmpada queimada é infração de trânsito. A multa será mais cara do que trocar a lâmpada.

Aproveite para dar uma geral no aperto de espelhos retrovisores, ajustes dos manetes de freio e embreagem, para deixar sua moto sempre em ordem para rodar com segurança.

4 - Documentação da moto e sua

Fique atento também à documentação da sua moto. Não esqueça o prazo de licenciamento anual, que varia de acordo com o final da placa, além de pagar o IPVA e outras taxas.

Não se esqueça da sua documentação. Para conduzir motos é preciso ter Carteira Nacional de Habilitação, categoria "A". Preste atenção também à validade da sua CNH. Quando vencer, você tem prazo de 30 dias para renová-la - em alguns estados o processo já pode ser iniciado pela internet. Consulte o Detran estadual para mais informações.

documentação - Divulgação/Detran SP - Divulgação/Detran SP
Para evitar multas e rodar dentro da lei, não se esqueça do licenciamento da moto e da renovação da sua CNH
Imagem: Divulgação/Detran SP

Parece óbvio, mas também é necessário conhecer e respeitar o Código de Trânsito Brasileiro, para pilotar com segurança e sem levar multas. Afinal, cada multa que você tomar será um prejuízo na sua renda mensal.

5 - Outro fluidos
Não se esqueça que, além do óleo do motor, existem outros fluidos na sua moto. O mais importante deles, no caso de motos de baixa cilindrada com freio a disco, é o fluido de freio. Verifique o nível periodicamente e substitua no intervalo recomendado, geralmente anualmente ou a cada 10.000 km. Na dúvida, consulte o manual do proprietário - ele é a "bíblia", para cuidar da sua moto.

Pouca gente sabe, mas também há óleo nas bengalas da suspensão dianteira de motos. Nesse caso, o fluido é responsável pelo funcionamento adequado do garfo dianteiro. Trocar o óleo da bengala é um serviço mais complicado, que exige ferramentas especiais. Por isso, verifique o prazo de troca no manual, e leve sua moto a um mecânico de confiança para fazer a substituição.