PUBLICIDADE
Topo

Infomoto

Incêndio destrói museu de motos mais alto do mundo na Áustria

Museu de motos históricas pega fogo na Áustria - Reprodução
Museu de motos históricas pega fogo na Áustria Imagem: Reprodução
Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Colunista do UOL

18/01/2021 15h57

O Top Mountain Motorcycle Museum, museu de motos mais alto do mundo, localizado a 2.175 metros acima do nível do mar, nos alpes austríacos, foi destruído por um incêndio na madrugada desta segunda-feira (18 de janeiro).

Inaugurado em 2016, o museu contava com um impressionante acervo de 230 motocicletas e alguns automóveis clássicos em uma área de 3.000 m². Pertencia aos irmãos gêmeos austríacos Alban e Atila Scheiber, proprietários de uma das mais impressionantes coleções da Áustria. "Cada motocicleta tem uma detalhada descrição sobre o modelo e o fabricante", revelou Attila Scheiber, à época da abertura do museu.

top mountain motorcycle museum - Alexander Lohmann/Bergbahnen Obergurgl-Hochgurgl - Alexander Lohmann/Bergbahnen Obergurgl-Hochgurgl
Top Mountain Motorcycle Museum tinha mais de 200 motos clássicas e alguns carros raros no seu acervo
Imagem: Alexander Lohmann/Bergbahnen Obergurgl-Hochgurgl

Localizado na famosa estação de esqui Obergurgl-Hochgurgl, o Top Mountain Motorcycle Museum era um popular ponto de parada dos motociclistas que percorriam a estrada Timmelsjoch nos alpes do Tirol, que liga a Itália e a Áustria. No local, também há um restaurante e uma estação de teleférico, que leva a um deslumbrante mirante no topo da montanha.

O fogo começou às 4h da manhã, quando disparou o alarme contra incêndio e funcionários do museu acionaram o Corpo de Bombeiros. Mesmo com a intervenção dos bombeiros, as chamas destruíram o prédio, feito de madeira, e grande parte do acervo de motos e carros. De acordo com os administradores, cerca de 200 motocicletas de mais de 102 marcas foram queimadas.

O museu estava fechado devido à pandemia e pretendia reabrir as portas no próximo domingo, 24 de janeiro. Ainda não há informações de como e onde o fogo se iniciou. As autoridades austríacas abriram uma investigação para descobrir as causas do incêndio. Uma grande perda para a história do motociclismo.