PUBLICIDADE
Topo

Ducati Panigale V4 S 2020 ganha "asas" da MotoGP; preço sobe a R$ 130 mil

Superesportiva tem motor de quatro cilindros, 1.103 cm³ e 217 cv de potência máxima - Divulgação
Superesportiva tem motor de quatro cilindros, 1.103 cm³ e 217 cv de potência máxima Imagem: Divulgação
Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

Colunista do UOL

22/07/2020 04h00

Uma das motos superesportivas mais potente à venda no Brasil, com 217 cv, a Ducati Panigale V4S ganhou asas, semelhantes às máquinas da MotoGP, em seu modelo 2020. O pacote aerodinâmico também inclui uma carenagem mais larga com novas entradas de ar e um parabrisa alto. O quadro dianteiro agora segue as especificações da divisão Corse, que produz as motos de corrida da marca italiana.

A Panigale V4S ainda recebeu atualizações na parte eletrônica e sofreu um substancial aumento de preço: passou dos R$ 110 mil, do modelo 2019, apresentado no Brasil no ano passado, para R$ 130 mil. Reflexo do aumento do dólar, pois praticamente todos os componentes usados para montar a moto em Manaus são importados.

Mais rápida também

Apesar de mais cara, a Ducati promete que a moto também está mais rápida na pista. Segundo a fábrica italiana, com as mudanças aerodinâmicas, seu piloto oficial de testes baixou em 0,4 segundo o tempo de volta no circuito italiano de Vallelunga; já um piloto amador foi mais de um segundo mais rápido.

V4S estática - Divulgação - Divulgação
Mudanças aerodinâmicas e eletrônica atualizada prometem voltas mais rápidas na pista, diz Ducati
Imagem: Divulgação
A Panigale V4S é a primeira moto de série da marca a utilizar um motor V4, desenho derivado da MotoGP. Os quatro cilindros têm 1.103 cm³ de capacidade e produzem 217 cv de potência máxima a 13.000 rpm - vale lembrar que o peso em ordem de marcha é de apenas 198 kg, o que dá a incrível relação potência/peso de 1,09 cv/kg. O torque também é brutal: 12,6 kgf.m a 10.000 giros.

Agora com as asas da MotoGP e a carenagem da Superbike, a Panigale V4S 2020 é o mais próximo que meros mortais - com a conta bancária recheada, é claro - podem chegar de uma moto de corrida.