PUBLICIDADE
Topo

Coisa de Meninos Nada

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Pneus: saiba quando é a hora certa de trocá-los para não cair em roubadas

Shutterstock
Imagem: Shutterstock
Conteúdo exclusivo para assinantes
Thais Roland

Thais Roland é técnica em Manutenção Automotiva e apaixonada pela graxa. Com seu canal no YouTube 'Coisa de Meninos Nada', busca informar, orientar e dar suporte em relação a dúvidas e neuras sobre o mundo dos carros

Colunista do UOL

02/11/2021 04h00

A chuva está dando as caras e é hora de redobrar a atenção no trânsito. E há um item do seu carro que merece um olhar mais atento com a pista escorregadia: o pneu.

O único ponto de contato do nosso carro com o piso é através dos pneus, então é óbvio que eles são importantes. Já conversamos por aqui a respeito do momento certo de trocar o pneu, mas não custa reforçar que depende do TWI, aquela marca que se encontra no próprio composto e que indica o limite de desgaste.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

O TWI deve ser respeitado com muito rigor. Ele é um parâmetro indiscutível e não deve ser ignorado. Nada de "acho que aguenta mais um pouquinho". É um daqueles itens que rende multa pesada, o carro pode ser apreendido. Mas, acima de tudo, é a sua segurança e a de terceiros que está em jogo.

Quando o desgaste dos pneus chega ao limite do TWI significa que ele está perdendo o desenho, aqueles sulcos que vemos na banda de rodagem, e esses sulcos são muito importantes para a aderência do pneu ao solo.

Como estamos falando de pista molhada, esses desenhos são cruciais para fazer o escoamento da água com eficiência evitando que percamos a aderência dos pneus nessas condições. É uma engenharia linda, vocês não fazem ideia.

Alguns modelos de pneus têm, inclusive, um sentido de rodagem que precisa ser respeitado, por isso, levam uma seta, indicando o sentido de montagem na roda, justamente porque os sulcos precisam trabalhar na direção que a engenharia desenhou.

Por todos esses detalhes, o início das chuvas é sempre um bom período para dar uma olhada nas condições dos pneus e, se eles não estiverem bacanas, é uma época legal pra trocá-los. Dirigir nas ruas molhadas com pneus novos vai ser muito mais seguro e confortável, com toda certeza.

E se eles estiverem bons ainda, também não significa que está tudo certo. Pode ser que ainda precisem de atenção, como um rodízio, por exemplo.

O rodízio dos pneus também é uma manutenção preventiva importante que prolonga o tempo de vida deles, garantindo um desgaste mais equilibrado entre o conjunto e precisa de uma atenção especial, principalmente para o tipo de composto citado acima, que possui sentido de rodagem.

É sempre vital consultar o manual do proprietário para saber o padrão de rodízio que deve ser adotado para o carro, inclusive para saber se o estepe entra nesse esquema ou não.

E pronto! Agora corram para ver se os pneus dos seus carros já viraram slicks ou se ainda dão pro gasto e contem tudo para mim aqui nos comentários. Digam também como fazem o rodízio dos pneus, se fazem esse serviço com regularidade ou se nunca fizeram na vida.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL