PUBLICIDADE
Topo

Meditação

Suspensão: saiba quando trocar peças para garantir estabilidade do carro

Conteúdo exclusivo para assinantes
Thais Roland

Thais Roland é técnica em Manutenção Automotiva e apaixonada pela graxa. Com seu canal no YouTube 'Coisa de Meninos Nada', busca informar, orientar e dar suporte em relação a dúvidas e neuras sobre o mundo dos carros

Colunista do UOL

24/11/2020 04h00

Responsável por uma das manutenções mais caras do seu carro, a suspensão é sempre um drama. Trocar amortecedores, batentes e bandejas é sempre dolorido, mas necessário demais.

É muito importante atentar para peças que devem ser trocadas aos pares, como os amortecedores. Mesmo que apenas um esteja apresentando problemas, o par precisa ser substituído. Por exemplo, se trocar o dianteiro esquerdo, precisa trocar o dianteiro direito.

Isso é essencial para manter a estabilidade do veículo e para preservar os pneus, que sofrem desgaste irregular se a suspensão se comporta de maneira diferente no eixo.

A Nakata recomenda revisões no sistema de suspensão a cada 10 mil km após os 40 mil km, mas isso não significa que você precisa trocar nesse intervalo. A avaliação das peças é necessária, mas só devem ser substituídas se apresentarem problemas ou desgaste excessivo.

Barulhos sempre são problema. Se você está ouvindo ruídos durante o percurso, corra para a oficina para dar uma olhada. Muitos componentes da suspensão são feitos de borracha, para evitar que partes metálicas das peças batam na lataria ou qualquer outra parte metálica do carro. Essas borrachas sofrem um estresse muito grande durante a condução e precisam de atenção com mais frequência, como batentes, buchas e coxins.

E, claro, manter o alinhamento e balanceamento das rodas em dia também ajudará a preservar componentes de suspensão - além dos pneus, que sofrem um desgaste mais regular e não morrem prematuramente.

Agora conte nos comentários se seu carro parece uma nave espacial de tão confortável ou se já está em ritmo de Carnaval, encarnando a escola de samba.