Caçador de Carros

Caçador de Carros

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
ReportagemCarros

Fábrica em SP faz releitura de carro de Lewis Hamilton que vale milhões

Quem nunca pensou em fabricar o próprio carro? Eu, quando era criança, achava que um dia poderia conseguir, mas, infelizmente, não passou do sonho.

Se em qualquer canto do mundo produzir veículos não é tarefa fácil, imagina no Brasil. Mas, para alguns brasileiros, não existem limites quando o assunto é realizar sonhos.

Dentre as marcas nacionais mais conhecidas estão Gurgel, Puma e Miura. A maior parte delas ficou no meio do caminho, principalmente depois da reabertura das importações, no início da década de 1990.

Uma empresa que continua na ativa é a Furlan, que eu tive o privilégio de conhecer há poucos dias. Baseada em Franco da Rocha, na Grande São Paulo, a Furlan se especializou na fabricação de releituras de clássicos do passado.

O modelo mais famoso é o Furlan Cobra, baseado no famoso Shelby Cobra - um carrão que o heptacampeão da Fórmula 1 tem na garagem e vale algumas dezenas de milhões de reais.

Por fora, preserva com fidelidade as linhas da carroceria original, mas o comprador tem a liberdade de escolher o que quiser para o carro. Cor, rodas, pneus, motor, câmbio, suspensão, bancos, mostradores e sistema de áudio são alguns exemplos do que pode ser personalizado ao gosto do freguês.

No vídeo desta semana, eu mostro um pouco de como são esses carros, baseado em quatro unidades que estavam no fim da linha de produção, prestes a ser entregues aos felizes proprietários.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Deixe seu comentário

Só para assinantes