PUBLICIDADE
Topo

Caçador de Carros

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Carros automáticos: quais os modelos que são verdadeiras roubadas

Toyota Corolla 2012 é um dos automáticos que você deve evitar - Divulgação
Toyota Corolla 2012 é um dos automáticos que você deve evitar Imagem: Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Felipe Carvalho

Felipe Carvalho é administrador de empresas, consultor e primeiro "caçador de carros" profissional do país. Seu canal no YouTube dedicado a avaliações de achados automotivos tem mais de 100 mil inscritos. www.youtube.com/CarrosdoPortuga

Colunista do UOL

21/04/2022 04h00Atualizada em 21/04/2022 13h17

É notório o interesse por carros com câmbio automático. Se até pouco tempo atrás eram exceção, hoje são regra, pelo menos em algumas categorias. A tradicional transmissão manual tem sido oferecida apenas em modelos de entrada e alguns raros esportivos.

Com isso, o mercado de usados está cada vez mais abastecido com novas opções de carros automáticos. Entre as objeções de quem ainda não se rendeu a esse conforto está o receio de comprar um carro usado com problema nesse componente. A manutenção corretiva de um câmbio automático costuma ser bem onerosa, portanto é fundamental saber escolher o veículo certo.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Selecionei algumas transmissões que devem ser evitadas, considerando a grande quantidade de problemas relatados pelos proprietários e também o relato de profissionais que trabalham com isso.

Chevrolet Captiva

Chevrolet Captiva - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Uma das transmissões automáticas mais vendidas no Brasil é a caixa de 6 marchas da Chevrolet, presente em quase todos os modelos. Mas nem todas são iguais e algumas são bem problemáticas, como é o caso da que foi oferecida no Chevrolet Captiva -SUV que saiu de linha em 2017, mas ainda tem boa procura no mercado de usados.

O carro tem vários pontos positivos, como desempenho, acabamento, espaço interno e equipamentos de segurança, além do preço competitivo diante de concorrentes do mesmo porte. Porém, os problemas nesse câmbio costumam ser recorrentes.

Volkswagen DSG DQ200

Volkswagen Golf Variant 2015 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

É só falar em transmissão automatizada de Volkswagen ou Audi que o pessoal entra em pânico. São vários os casos relatados em todo o mundo, por isso o receio de colocar um desses carros na garagem. Não são todos ruins, na verdade somente as que trabalham com a caixa seca, ou seja, sem lubrificação, são as mais problemáticas e devem ser evitadas.

Essa transmissão, conhecida como DQ200, tem duas embreagens e sete marchas, configuração que ajuda bastante no desempenho e no baixo consumo de combustível, mas que adora deixar seus donos com dores de cabeça. Essa transmissão está presente nos modelos Golf 1.4 até 2015, Golf Variant até 2016, Audi A1 1.4 e Audi A3 1.4 até 2015.

Honda Civic

Honda Civic 2001 - DIvulgação - DIvulgação
Imagem: DIvulgação

Presente em nosso mercado desde o início dos anos 90, o Honda Civic é um dos modelos mais procurados por quem quer um carro automático. Seus câmbios são geralmente simples, robustos e de baixa manutenção, portanto pode parecer estranho ele aparecer nessa lista.

Mas é bom evitar os modelos 2001 e 2002, os primeiros anos da sétima geração. Essa caixa tem apenas um filtro e costuma dar problemas. A Honda corrigiu no modelo 2003, quando adotou dois filtros e solucionou o problema.

Toyota Corolla

Toyota Corolla 2012 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Assim como seu principal rival, o Corolla também tem fama de ser um carro inquebrável. Pelo menos até 2014, a transmissão básica de um Corolla era a caixa de 4 marchas, que sofria com reclamações por estar ultrapassada diante dos concorrentes, mas mesmo assim atendia as necessidades do seu público-alvo.

Foi somente entre 2009 e 2012, que a transmissão do Corolla passou a apresentar problemas, mais especificamente nos modelos equipados com motor 1.8. Portanto, se você está considerando um Corolla usado na garagem, evite esses anos.

Transmissão AL4

Toda empresa tem seu principal produto, aquele que vende mais. No caso das oficinas especializadas em transmissão automáticas, certamente a caixa AL4 é o principal produto. Presente em muitos modelos das três marcas francesas, Peugeot, Citroën e Renault, essa caixa de 4 marchas é muito problemática e deve ser evitada.

Nas últimas versões desse câmbio, conhecido como AT8, ele passou por algumas melhorias, mas ainda assim continuam sendo frequentes suas visitas nas oficinas para manutenções corretivas.

Ford Powershift

Câmbio Ford Fiesta Powershift - Murilo Góes/UOL - Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

A reputação da Ford caiu em todo o mundo depois da enorme quantidade de problemas com os modelos equipados com a transmissão automatizada de dupla embreagem, conhecida como Powershift. O pior foi quando vazou a informação de que a marca sabia que a caixa era problemática antes mesmo de lança-la no mercado.

Aqui no Brasil equipou Fiesta, EcoSport e Focus, todos "queimados" no mercado de usados quando equipados com essa transmissão.

Uma variação dela equipou alguns modelos da Volvo quando a marca ainda pertencia a Ford. O mais vendido no Brasil foi o XC60 T5, que pelo menos até 2012 foi equipado com essa transmissão e que não são raros os problemas que seus donos enfrentam.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.