PUBLICIDADE
Topo

Benê Gomes

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Corolla Cross: SUV merece desbancar vendas do irmão sedã em ano de estreia?

Conteúdo exclusivo para assinantes
Benê Gomes

Jornalista e produtor de TV, desde 2001 atua como profissional especializado no segmento automotivo. Assina o boletim diário Sexta Marcha, da Rádio Transcontinental FM de SP, dirige e apresenta o_ _Programa Momento Vox – BAND SP. É diretor da Onze Produções, produtora de vídeo e conteúdo digital, e é o idealizador do Programa Auto+, onde atuou por 15 anos

Colunista do UOL

07/11/2021 04h00

O Toyota Corolla Cross chegou cercado de expectativa, começando pela responsabilidade de utilizar um nome com muito peso no mercado mundial. Depois, porque veio para encarar de frente o bem-sucedido Jeep Compass, referência indiscutível no segmento dos SUVs médios no Brasil.

O Corolla Cross conta com versões híbridas, mas desde sua apresentação, a Toyota já sabia que a versão XRE - equipada com o motor 2.0 flex aspirado - teria a melhor receita para agradar o cliente que buscasse um SUV médio da marca.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

No visual, o Corolla Cross conta com os itens necessários para se defender bem no território dos SUVs, com uma grade dianteira chamativa e que ocupa boa parte da área frontal, faróis afilados, grandes vincos no capô e as clássicas molduras de plástico contornando as rodas.

A traseira segue bem alinhada com a proposta, com mais detalhes em preto, bonitas lanternas horizontais, mas, no geral, o desenho traseiro entrega um visual que lembra muito a carroceria de uma perua. O que é legal e ajuda a confirmar sua verdadeira característica: é um bonito crossover, pois faz uma boa mistura dos elementos de carro de passeio com os de um utilitário-esportivo.

Dentro, agrada com o mesmo bom acabamento do sedã Corolla, com bastante plástico sim, mas as peças são bem montadas e traz muitas superfícies com revestimento macio. Conta com um bom sistema multimídia, a tela tem 08 polegadas e comandos por toque, mas carrega um ar de simplicidade no grafismo e o espelhamento do smartphone - Apple Car Play ou Android Auto - só pode ser feito por cabo.

Para o motorista, o encaixe ao volante é bom, dá pra encontrar a melhor posição com juste de altura do banco e também do volante, que pode ser regulado ainda em profundidade. Aliás, a posição de dirigir lembra bastante a condição que encontramos no sedã, até porque esse SUV não é muito alto. A situação, claro, só não é completamente igual porque em seu campo de visão o motorista tem o capô mais alto e largo.

Toda linha Corolla Cross é bem equipada desde a primeira versão, com sete airbags, controles eletrônicos de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, acendimento automático dos faróis, câmera de ré, partida por botão, e por aí vai. Mas, vale lembrar, os recursos de assistência ao condutor muito divulgados nas publicidades, são exclusividade das versões híbridas.

O espaço é eficiente para cinco, mas ele garante conforto ideal para quatro pessoas. Para as viagens em família, o porta-malas não decepciona com seus 440 litros de capacidade.

Motor 2.0 flex aspirado

Para acelerar, o Corolla Cross XRE utiliza o motor 2.0 flex aspirado, também já bem conhecido do Corolla sedã. Entrega 177 cavalos de potência e 21,4 Kgfm de torque, sempre acompanhado da transmissão automática do tipo CVT.

Na média, vai muito bem com esse conjunto, lembrando ainda que o câmbio CVT da Toyota traz engrenagem para uma primeira marcha, o que agiliza bem as arrancadas. Mas tem o comportamento tradicional desse tipo de transmissão, ou seja, quando você precisa acelerar mais forte para uma retomada rápida, a rotação do motor sobe bastante para entregar a resposta solicitada. E longe de reações esportivas, essa não é a dele e nem combina com ele. Ainda assim, consegue ser mais arisco quando o modo Power é acionado.

Definitivamente, o Corolla Cross merece ser encarado como um bom crossover familiar e com as muitas características que o fã da marca Toyota tanto aprecia. É um carro bonito, muito confortável e bem equipado, mas distante de um espírito aventureiro radical.

Não por acaso, vem conquistando os fãs do tradicional Corolla, com grandes chances de superar o sedã no ranking de vendas em 2021. Sem esquecer que entrega outro ponto indiscutível para quem procura um modelo da marca: a confiabilidade mecânica.

Preço Toyota Corolla 2.0 fllex XRE: R$ 166.690,00

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL