PUBLICIDADE
Topo

Benê Gomes

Trailblazer 2021 mantém espaço, conforto e o compromisso com o 4X4

Benê Gomes

Jornalista e produtor de TV, desde 2001 atua como profissional especializado no segmento automotivo. Assina o boletim diário Sexta Marcha, da Rádio Transcontinental FM de SP, dirige e apresenta o_ _Programa Momento Vox – BAND SP. É diretor da Onze Produções, produtora de vídeo e conteúdo digital, e é o idealizador do Programa Auto+, onde atuou por 15 anos

Colunista do UOL

31/01/2021 04h00

No Brasil, atualmente, dá para dizer que são poucas as opções de SUVs grandes com força e recursos para encarar o fora-de-estrada de verdade. No entanto, mesmo se tratando de um círculo restrito, temos opções interessantes, como é o caso da Chevrolet Trailblazer.

Sem o mesmo alarde visto com a S10, o Trailblazer foi também foi renovado em 2020 e recebeu as boas novidades aplicadas na picape. Por fora, as grandes alterações ficaram concentradas na dianteira, com a nova grade preta com o nome Chevrolet em alto relevo e duas barras cromadas, mais a gravatinha dourada que foi deslocada para a lateral da grade.

O para-choque dianteiro ganhou novo desenho, o que melhorou ângulo de entrada do SUV e permitiu posicionar os faróis de neblina mais acima - ou seja, duas alterações que reforçaram as características de um autêntico modelo off-road. Na lateral, tudo igual, a não ser pelas novas rodas de 18 polegadas, enquanto na traseira, nada mudou.

Utilitário esportivo legítimo, com tração 4x4 e opção de reduzida, motor 2.8 turbodiesel forte, o Trailblazer ganhou mais agilidade com uma nova turbina que, segundo a engenharia da marca, permitiu reduzir o chamado turbo lag - aquele tempo que o turbo leva para entrar efetivamente em ação e mandar mais ar para o cilindro depois que o motorista pisa forte no acelerador.

E isso é algo perceptível para quem tem a oportunidade de experimentar o SUV em situações de rotina. O Trailblazer vai muito bem na terra e melhor ainda no asfalto, com capacidade de acelerar como um modelo esportivo, mas sem passar insegurança ao motorista, mesmo se tratando de um utilitário alto e pesado.

O 2.8 turbodiesel entrega 200 cavalos de potência e 51 Kgfm de torque, tem resposta rápida e embala fácil com a ajuda do câmbio automático de seis velocidades.

Já para situações em que é preciso tirar proveito da tração, tem um seletor no console central onde dá para escolher entre um dos modos: 4X2, 4X4 ou 4X4 com reduzida. Novidade ainda na linha 2021 é o recurso "hill descent control", o controle de velocidade em declive, muito útil também em aventuras longe do asfalto.

Capacidade off-road, mas com confortos de carros de passeio

Mesmo com a proposta original pensada para o fora-de-estrada pesado, muitas mudanças do Trailblazer reforçaram as características de carro de passeio ou para família. Em termos de conectividade - ponto fundamental qualquer tipo de carro hoje - está bem servido com a nova geração do sistema multimídia Mylink, onde dá para parear o smartphone com sistema Apple Car Play ou Android Auto e sem cabo.

Traz ainda internet 4G e as imagens da câmera de ré, agora em alta definição. Uma evolução que garantiu a entrada de outro recurso: a função engate com linha-guia específica para reboque e que permite de dar zoom na imagem para ajudar na operação de acoplamento, e também acionar a câmera durante a viagem pra conferir a situação do reboque.

Mas novidade de peso mesmo - além dos controles eletrônicos de tração e estabilidade, seis airbags ou alerta de saída de faixa - é a introdução recursos bem avançados e que tornaram este SUV mais seguro. Isso vale para o sistema de alerta de colisão com frenagem de emergência que, além do alerta visual no painel de instrumentos, pode frear e parar o carro caso o motorista não reaja a uma situação de risco. O sistema atua em velocidades entre 8 e 80 km/h.

Tudo isso sem esquecer que o Trailblazer faz bonito com espaço confortável para quem tem família grande, pois dá pra levar três pessoas muito bem acomodadas na fileira do meio e mais dois passageiros com conforto razoável nos bancos adicionais, desde que não sejam muito altos.

Como acontece com praticamente todos os modelos que oferecem sete lugares, o espaço adicional é bom mesmo para duas crianças - lembrando ainda que, quando utilizado, os dois bancos deixam o porta-malas muito modesto, com apenas 205 litros de capacidade para bagagens, contra 505 litros com os bancos adicionais recolhidos.

Nesta nova linha, o Trailblazer passou a ser vendido em versão única, a Premier, que é bastante completa. Mas poderia oferecer outros itens de conforto bem comuns agora em carros desse porte e preço.

A receita é boa para quem precisa de um carro robusto e que encara sem sofrer um trabalho pesado longe do asfalto, mas que não abre mão dos recursos de conforto e segurança disponíveis atualmente. Uma pena que ainda fica limitado ao público que pode investir alto na compra de um SUV com essa proposta.

Preço Chevrolet Trailblazer Premier: R$ 293.500