PUBLICIDADE
Topo

VW T-Cross 2022 tira atraso em relação ao Nivus para continuar na liderança

Do UOL, em São Paulo (SP)

16/05/2022 04h00

Lançado no início de 2019, o Volkswagen T-Cross chega ao seu terceiro ano no posto de SUV mais vendido do Brasil, somando mais de 20 mil emplacamentos nos primeiros quatro meses de 2022.

Desde a sua estreia, o primeiro utilitário esportivo compacto da história da Volks tem sido gradualmente aprimorado, recebendo a cada ano mais itens de série e equipamentos opcionais.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Já na linha 2022, em dezembro recebeu equipamentos que estrearam antes no seu "irmão menor" Nivus e reforçou o foco na segurança e na tecnologia: controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, frenagem automática de emergência e volante multifuncional redesenhado.

Para saber o quanto o T-Cross evoluiu ao longo dos últimos anos, testamos a versão topo de linha Highline, equipada com todos os opcionais disponíveis.

Completo como na unidade avaliada, o SUV da Volks já encosta nos R$ 180 mil e fica mais caro do que o Taos Confortline, o utilitário esportivo médio da Volks.

Será que vale a pena? Confira a seguir.

Volkswagen T-Cross Highline 2022

Carros
3,9 /5
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

Pontos Positivos

  • Tecnologia
  • Espaço para os passageiros
  • Desempenho

Pontos Negativos

  • Porta-malas pequeno
  • Preço

Veredito

O Volkswagen T-Cross é mais caro do que concorrentes, mas entrega um conjunto robusto em todas suas versões, que combina desempenho, relativamente baixo consumo, segurança e itens tecnológicos. Quanto à dirigibilidade, proporciona rodar confortável e condução precisa. Além desses predicados, oferece bom espaço aos ocupantes do banco traseiro, embora a capacidade do porta-malas deixe a desejar. É uma opção que não deve ser ignorada se você busca um SUV compacto.

ESPAÇO INTERNO E EQUIPAMENTOS

VW T-Cross Highline 2022 interior - Divulgação - Divulgação
VW T-Cross Highline 2022 interior
Imagem: Divulgação

O T-Cross tem a mesma distância entre-eixos do Virtus, totalizando 2,65 m. Isso significa bastante espaço para as pernas no banco traseiro, mesmo para ocupantes de maior estatura.

Os mais altos poderão sentir algum aperto para acomodar a cabeça na segunda fileira de assentos, por conta do teto solar panorâmico opcional.

Para o motorista, é fácil encontrar a melhor posição de dirigir, por conta do banco ajustável em altura e do volante com ampla regulagem de altura e profundidade.

Já o porta-malas de 373 litros deixa a desejar se você tiver uma família maior, ainda que a capacidade possa ser ampliada para até 420 litros por meio de um sistema que deixa os encostos mais eretos.

Quanto aos equipamentos, a versão Highline vem bastante rechaada de fábrica, trazendo de série os itens que mais importam, como painel digital de 10,25 polegadas e a excelente central multimídia VW Play, com tela tátil de alta resolução e 10,1 polegadas - muito responsiva e com interface limpa e intuitiva. Compatível com Apple CarPlay e Android Auto, é uma das melhores disponíveis no mercado.

A escassez de botões físicos é compensada por um menu fixo no lado direito da tela central, permitindo acionar com apenas um toque funções como abertura da tampa do porta-malas e desativação dos sensores dianteiros e traseiros de estacionamento, bem como do sistema start-stop.

Também traz sensor de chave e partida do motor por botão.

Outro ponto favorável são os comandos físicos do ar-condicionado digital de uma zona, que ganharam ajustes deslizantes e sensíveis ao toque na linha 2022.

Igualmente na linha atual, o T-Cross incorporou carregamento de celulares por indução desde a versão Comfortline, recurso complementar à sincronização sem fio com smartphones iOS e Android.

A unidade avaliada acrescenta todos os opcionais disponíveis: pintura bicolor e retrovisores pretos (R$ 2.690); teto solar panorâmico (R$ 6,7 mil); e o pacote tecnológico composto por assistente de estacionamento semiautônomo, faróis full-LED, luz alta automática, porta-malas ajustável e sistema de som Beats (R$ 8.490).

Com tudo a que tem direito, o T-Cross Highline chega a custar R$ 179.690 e fica mais caro do que o Taos Comforline "básico", que tem preço sugerido de R$ 177.460 - trazendo conjunto mecânico idêntico e comprimento 26 cm maior.

DESEMPENHO E CONSUMO

VW T-Cross Highline 2022 motor - Divulgação - Divulgação
VW T-Cross Highline 2022 motor
Imagem: Divulgação

Lançado em 2019, o T-Cross foi pioneiro na categoria de SUVs compactos ao oferecer motor turbo flex em todas as versões: 1.0 TSI de 128 cv e 20,4 kgfm e o 1.4 TSI de 150 cv e 25,5 kgfm que é exclusivo da configuração Highline na gama do modelo.

Desde então, concorrentes também aderiram à motorização turbo - especialmente o Jeep Renegade, cujo propulsor de 1,3 litro bicombustível traz, inclusive, números superiores aos do rival produzido pela VW: até 185 cv e 27,5 kgfm.

Ainda assim , o T-Cross 1.4 continua sendo referência em performance em sua categoria, oferecendo acelerações vigorosas e retomadas confiáveis. Quase 200 kg mais leve do que o Jeep, o representante da Volkswagen tem aceleração de zero a 100 km/h quase idêntica (8,6 s contra 8,7 s do Renegade).

Além do motor esperto, a versão Highline traz seletor de modos de condução, que ajusta câmbio, assistência da direção e sensibilidade do acelerador para uma tocada mais econômica ou esportiva, além de vir de fábrica com aletas no volante para trocas manuais.

Quanto ao consumo, o Inmetro informa razoáveis 7,7 kml na cidade e 9,3 km/l na estrada com etanol, enquanto as médias sobem a 11 km/l e 13,2 km/l com gasolina no tanque. Não chega a impressionar nesse quesito como as versões equipadas com o propulsor 1.0 TSI.

Os ajustes das suspensões e da direção fazem do T-Cross um carro agradável de se dirigir, oferecendo conforto sem deixar o veículo "mole" demais.

A carroceria mais baixa e o vão livre do solo relativamente pequeno, na comparação com o de outros SUVs compactos, fazem a condução do T-Cross lembrar a de um hatch médio, o que é muito bom.

Ao mesmo tempo, a altura do veículo é adequada para transpor buracos, lombadas e valetas das cidades: em nenhum momento da nossa avaliação, o assoalho ou o para-choque dianteiro rasparam ou bateram no piso.

DESIGN

VW T-Cross Highline 2022 dianteira - Divulgação - Divulgação
VW T-Cross Highline 2022 dianteira
Imagem: Divulgação

Com pouco mais de três anos de mercado, o T-Cross mantém um design atual e deve receber a primeira reestilização somente na linha 2024.

Seu visual mais discreto e urbano, combinando as proporções típicas de SUVs com dimensões compactas, caíram no gosto dos brasileiros.

Não seria exagero dizer que o T-Cross está mais para um hatch alto e musculoso tanto na parte dinâmica quanto na visual - o que reforça seu papel de substituto do Golf nestes tempos de preferência por SUVs.

Na linha 2022, as novidades em relação à aparência são discretas, com destaque para o novo logotipo da VW que estreou em 2020 no Nivus, depois foi incorporado pelo Taos e em agosto de 2021 finalmente chegou ao T-Cross.

Com o novo logotipo, veio também o volante multifuncional. Por falar na parte interna, o T-Cross mantém a predominância de plásticos rígidos na cabine, seguindo um padrão em sua categoria e que particularmente não me incomoda.

As peças são bem encaixadas e variam em forma e textura, conferindo um aspecto de modernidade ao habitáculo - na configuração de topo, colunas, teto e painel exibem um visual mais escuro e elegante.

SEGURANÇA

VW T-Cross Highline 2022 dianteira dinâmica - Divulgação - Divulgação
VW T-Cross Highline 2022 dianteira dinâmica
Imagem: Divulgação

Equipado de fábrica com seis airbags, o T-Cross brilha no quesito segurança e tem nota máxima no mais recente teste de impacto do instituto independente de segurança viária Latin NCAP - realizado em março de 2019.

Desde dezembro do ano passado, o SUV compacto passou a trazer de série, desde a versão 200 TSI, itens que reforçam a proteção aos seus ocupantes e que já estavam disponíveis para o "irmão menor" Nivus.

Estamos falando do controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, que regula de maneira automática a distância em relação ao veículo que está trafegando logo à frente, e também da frenagem autônoma de emergência, que freia o carro para evitar batidas ou minimizar danos causados por um eventual impacto.

Até o lançamento da linha 2022,o utilitário esportivo vinha apenas com um sistema de frenagem automática pós-colisão.

Vale destacar que o "piloto automático" adaptativo que equipa Nivus e T-Cross não para totalmente o veículo nem volta a funcionar sozinho quando o tráfego é retomado - como aquele que equipa Taos e Tiguan,

Mesmo assim, é um recurso útil, especialmente na estrada, e que outros SUVs compactos não oferecem.

Ainda em relação à segurança, o T-Cross oferece controles de tração e estabilidade com assistente de partida em rampa, monitoramento da pressão dos pneus, câmera de ré, sensores dianteiro e traseiro de estacionamento, detector de fadiga, bloqueio eletrônico do diferencial.

MERCADO

VW T-Cross Highline 2022 traseira 3/4 - Divulgação - Divulgação
VW T-Cross Highline 2022 traseira 3/4
Imagem: Divulgação

SUV mais vendido do Brasil em 2022, o T-Cross, como bom Volkswagen, é mais caro do que a concorrência, mas oferece um conjunto mecânico e tecnológico robusto e competitivo.

Especialmente na versão Highline, combina bom desempenho com extensa lista de itens de série, com destaque para a segurança embarcada e os recursos de conectividade, que são referência entre SUVs compactos e até utilitários esportivos de categoria superior.

Na linha 2022, equiparou-se com o Nivus em relação à disponibilidade de controle de velocidade de cruzeiro adaptativo e frenagem automática de emergência, corrigindo ausências difíceis de se justificar em um modelo maior e mais caro dentro da mesma marca.

Assusta constatar que um T-Cross já custe R$ 180 mil com todos os itens que pode oferecer, mas vale destacar que tem opções a partir de R$ 110.690, valor cobrado pela versão de entrada Sense - ou seja, cobre uma ampla faixa de preço, cabendo em diferentes tamanhos de bolso.

Como outros modelos da Volks, é comercializado com as três primeiras revisões grátis, com exceção do T-Cross Sense - o que ajuda a justificar o preço mais elevado ante a concorrência.

Devido a esses fatores, tem tudo para continuar na lista dos SUVs mais vendidos do Brasil.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Mecânica
  • Motorização

  • Motor dianteiro, 1,4 litro, turbo flex

  • Combustível

  • Etanol / Gasolina

  • Potência (cv)

  • 150 cv

  • Torque (kgf.m)

  • 25,5 kgfm a 1.500 rpm

  • Aceleração de 0 a 100 (segundos) (km/h)

  • 8,6 segundos

  • Velocidade máxima (km/h)

  • 204 km/h

  • Consumo cidade (km/l)

  • 7,7 / 11 km/l

  • Consumo estrada (km/l)

  • 9,3 / 13,2 km/l

  • Câmbio

  • Automático, 6 marchas

  • Tração

  • Dianteira

  • Direção

  • Elétrica progressiva

  • Suspensão Dianteira

  • Independente do tipo McPherson

  • Suspensão Traseira

  • Eixo de torção

  • Freios Dianteiros

  • Discos ventilados

  • Freios Traseiros

  • Discos

Pneus e Rodas
  • Pneus

  • 205/55 R17

  • Rodas

  • 17 polegadas

Dimensões
  • Altura (mm)

  • 1.570

  • Comprimento (mm)

  • 4.199

  • Entre-eixos (mm)

  • 2.651

  • Largura (mm)

  • 1.760

  • Ocupantes

  • 5

  • Peso (kg)

  • 1.343

  • Porta-malas (L)

  • 373 a 420 litros

  • Tanque (L)

  • 52

Preço das Revisões, Seguro e Garantia
  • 10.000 km

  • Grátis

  • 20.000 km

  • Grátis

  • 30.000 km

  • Grátis

  • 40.000 km

  • 4 x R$ 361,07

  • 50.000 km

  • 4 x R$ 169,59

  • 60.000 km

  • 4 x R$ 208,13

  • Garantia

  • 3 anos

Equipamentos
  • Airbags Motorista

  • Airbags Passageiro

  • Airbags Laterais

  • Airbags do tipo Cortina

  • Controle de Estabilidade

  • Controle de Tração

  • Freios ABS

  • Distribuição Eletrônica de Frenagem

  • Ar-Condicionado

  • Travas Elétricas

  • Ar Quente

  • Piloto Automático

  • Volante com Regulagem de Altura

  • Vidros Elétricos Dianteiros

  • Vidros Elétricos Traseiros

  • Central Multimídia

  • Rádio FM/AM

  • Entrada USB

  • Entrada Auxiliar

  • Banco de Couro

  • Banco do motorista com ajuste de altura

  • Desembaçador Traseiro

  • Teto Solar

  • Computador de Bordo

  • Acendimento automático dos faróis

  • Faróis de neblina

  • Frenagem autônoma de emergência

  • Sensor de pressão dos pneus

  • Alerta de colisão

  • Abertura elétrica do porta-malas

  • Faróis com regulagem de altura

  • Bloqueio do diferencial

  • Sistema de estacionamento autônomo