PUBLICIDADE
Topo

Volvo C40: muito potente e 100% elétrico, SUV ignora crise do petróleo

Rafaela Borges

Colaboração para o UOL, na Cidade do México*

19/03/2022 04h00

O segundo modelo elétrico da Volvo já está nas lojas. Após processo de pré-vendas, o SUV cupê C40 chegou ao mercado brasileiro. O preço sugerido é de R$ 419.950 e há apenas a versão topo de linha, P8, com 408 cv provenientes de dois motores, além de pacote repleto de tecnologia.

Porém, em breve a Volvo trará uma opção mais competitiva, a P6. É mais fraca, pois tem apenas um motor, e deverá vir menos recheada para obter preço mais atraente. O C40 é a versão SUV cupê do XC40, que no fim do ano passado passou a ser oferecida apenas na configuração elétrica - as opções híbridas saíram de linha.

Porém, o C40 tem personalidade própria em diversos aspectos, dentre eles a aerodinâmica e as linhas da traseira, além de alguns detalhes do interior. Primeiro carro da Volvo a já nascer somente com versão elétrica, ele é mais rápido do que o XC40 e tem uma pegada mais esportiva tanto no desenho quanto na dirigibilidade.

*Viagem a convite da Volvo Cars Brasil

Volvo C40 Recharge

Carros
3,9 /5
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

Pontos Positivos

  • Design
  • Aceleração

Pontos Negativos

  • Autonomia em porcentagem e não em km
  • Respostas da direção em alta velocidade

Veredito

O C40 vai brigar por clientes com o XC40? É possível. Porém, o modelo vem para atingir um público diferente, mais ligado em design e esportividade. É aquele consumidor que tem uma quedinha por modelos do segmentos como hatches médios, produto que a Volvo não mais oferece. Para o pacote ficar perfeito para esse cliente, só faltou uma pegada mais esportiva no sistema de direção.

DESIGN E INTERIOR

Interior Volvo C40 Recharge - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

A Volvo usou várias referências escandinavas - a marca é de origem sueca - para criar o C40. Das seis cores disponíveis, há a inédita Fjord Blue. O tom de azul é inspirado no tom da água dos famosos fiordes da Noruega, um dos patrimônios naturais mais belos do mundo.

Além disso, elementos da arquitetura sueca foram usados no carro. As casas do país costumam ter amplas partes envidraçadas, como o teto solar panorâmico do C40. O SUV cupê não tem persiana, pois o vidro já oferece proteção contra os raios de sol. Com isso, a cabine está sempre iluminada.

A dianteira é igual à do XC40, marcada pela ausência de grade frontal. A novidade fica por conta dos faróis full-LEDs antiofuscamento que projetam assinatura à frente na hora de trancar e destrancar o carro.

A lateral traz rodas bicolores bem fechadas, para melhorar a aerodinâmica. Os freios de carros elétricos não têm tanta necessidade de resfriamento quanto os de modelos a combustão, pois os motores também auxiliam na frenagem. Isso possibilta a solução adotada.

É da coluna C em diante que o carro começa a ter personalidade própria. Essa parte do teto é rabaixada. Na traseira, há um aerofólio e um spoiler, outras soluções aerodinâmicas importantes. Também se destacam as lanternas, que correm para cima em pontilhados de LEDs, dando muita personalidade ao visual.

Por dentro, o acabamento é bem-feito, com superfícies emborrachadas e macias ao toque. Além disso, o C40 é o primeiro carro "vegano" da marca: couro e suede utilizados no revestimento são sintéticos. Já a cor Fjord Blue está no cobertura dos painéis e do assoalho (opcionalmente).

Assim como o XC40, o C40 não tem botão de partida nem freio de estacionamento. Tudo é controlado na central multimídia sensível ao toque e no volante multifuncional. Isso acaba criando um console central bem limpo, sem nenhum botão.

DESEMPENHO

Volvo C40 traseira 3/4 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Os dois motores elétricos do C40 são alimentados por bateria de 78 kWh. O tempo de recarga é o padrão para baterias desse porte: oito horas em estações de 11 kW, cerca de seis horas em 22 kW e 40 minutos em 100 kW (de zero a 80%).

De acordo com a Volvo, o carro tem 440 km de autonomia. O problema é que essa estimativa é mostrada apenas em percentual. O número de quilômetros restantes passa a ser exibido só abaixo de 15%. Isso pode gerar insegurança, mas a tendência é de que, com o tempo, o proprietário se acostume com o sistema.

Os motores elétricos formam um sistema de tração 4x4, entregam 408 cv e 66,7 mkgf instântaneos. O que isso significa? Que a força total está disponível a partir do momento em que o motorista começa a pisar no pedal do acelerador, sem necessidade de atingir uma certa rotação, como ocorre em carros a combustão.

O resultado é um início de aceleração brutal e retomadas de velocidade vigorosas. Com pacote aerodinâmico melhor, o C40 é também dois décimos de segundos mais rápido do que o XC40 no zero a 100 km/h, missão que cumpre em 4,7 segundos. A velocidade máxima, como em todos os Volvo atuais, é limitada a 180 km/h.

Com centro de gravidade mais baixo que o do XC40, o C40 tem mais desenvoltura em curvas, situação em que mantém a carroceria mais firme. Porém, como no SUV mais antigo, falta firmeza à direção em velocidades mais altas, o que gera uma necessidade de mais cautela nas mudanças bruscas de trajetória, por exemplo.

ESPAÇO E TECNOLOGIA

Volvo C40 Painel Google - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O porta-malas tem 413 litros de capacidade e é bem semelhante ao do XC40. Porém, há menos protuberâncias invadindo o compartimento, o que facilita a acomodação da bagagem. Na frente, há outro espaço para levar objetos, já que ali não existe motor.

Esse pequeno compartimento pode levar uma mala pequena ou algumas mochilas. Quanto ao espaço interno, o modelo tem túnel central alto, o que deixa um eventual terceiro ocupante no banco de trás desconfortável.

Para os outros dois, o espaço para as pernas é razoável, dependendo da altura do passageiro - e da pessoa que está à frente. O entre-eixos do C40 é de 2,70 metros. A coluna C rebaixada pode ser um problema para passageiros muito altos, que tendem a ficar com a cabeça bem próxima ao teto.

Os bancos da frente trazem ajustes elétricos para motorista e passageiro e o carro tem o excelente sistema de som da Harman-Kardon. O C40 é o terceiro modelo da Volvo a adotar os novos painel virtual e central multimídia.

No caso do quadro de instrumentos, há duas possibilidades de visualização - uma delas com o mapa do navegador GPS em evidência. Já a central multimídia mantém a tela vertical, mas agora traz sistema operacional da Google, em substituição ao Sensus - este agora disponível só para o XC90.

Com o novo sistema operacional, o proprietário pode fazer login com sua conta Google no carro e ter acesso a todas as suas configurações. Dá, por exemplo, para baixar o tocador preferido de músicas na PlayStore e acessar todas as playlists sem necessidade de conexão com o smartphone.

Outro destaque é o assistente de voz do Google, nativo no carro, que usa interligência artficial. Em interação com o Google Home, o motorista pode, remotamente, executar funções como acender as luzes da residência.

O navegador GPS nativo é o Google Maps e passa a ocupar a tela inteira - no Sensus, é projetado apenas em metade dela. Além disso, agora há câmeras de 360 graus. No entanto, a operação da central multimídia é menos intuitiva que a do sistema do XC90.

O C40 vem com sistema semiautônomo de condução, capaz de frear, acelerar e virar o volante sozinho em algumas situações, como em rodovias. A novidade é o recurso que para o carro com segurança se perceber que o condutor soltou o volante e não retomou a direção após 15 segundos.

RENOVAÇÃO DA GAMA

Volvo C40 dianteira chapada - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O C40 é o quarto produto da linha Volvo no Brasil. Além dele, há o XC40 e os híbridos XC60 e XC90. O S60 deixou de ser oferecido no mercado brasileiro e não há previsão de retorno. O próximo modelo deverá ser o SUV elétrico derivado do XC90, com expectativa de chegada ainda este ano.

Depois, virá um produto inédito, menor que o XC40 e construído em uma nova plataforma. Nos bastidores da indústria, vem sendo chamado de XC30 mas, de acordo com a Volvo, não receberá esse nome.

Mecânica
  • Motorização

  • Um motor elétrico em cada eixo

  • Combustível

  • Eletricidade

  • Potência (cv)

  • 408 cv

  • Torque (kgf.m)

  • 67,3 kgfm

  • Aceleração de 0 a 100 (segundos) (km/h)

  • 4,7 segundos

  • Velocidade máxima (km/h)

  • 180 km/h (limitada eletronicamente)

  • Consumo cidade (km/l)

  • N/D

  • Consumo estrada (km/l)

  • N/D

  • Câmbio

  • N/D

  • Tração

  • Integral

  • Direção

  • Elétrica

  • Suspensão Dianteira

  • N/D

  • Suspensão Traseira

  • N/D

  • Freios Dianteiros

  • Discos ventilados

  • Freios Traseiros

  • Discos ventilados

Pneus e Rodas
  • Pneus

  • 235/45 R20 na dianteira e 255/45 R20 na traseira

  • Rodas

  • 20 polegadas

Dimensões
  • Altura (mm)

  • 1.591

  • Comprimento (mm)

  • 4.440

  • Entre-eixos (mm)

  • 2.702

  • Largura (mm)

  • 1.873

  • Ocupantes

  • 5

  • Peso (kg)

  • 2.207 kg

  • Porta-malas (L)

  • 413 l

  • Tanque (L)

  • Baterias com capacidade de 78 kWh

Preço das Revisões, Seguro e Garantia
  • 10.000 km

  • N/D

  • 20.000 km

  • N/D

  • 30.000 km

  • N/D

  • 40.000 km

  • N/D

  • 50.000 km

  • N/D

  • 60.000 km

  • N/D

  • Seguro

  • N/D

  • Garantia

  • 2 anos sem limite de quilometragem

Equipamentos
  • Airbags Motorista

  • Airbags Passageiro

  • Airbags Laterais

  • Airbags do tipo Cortina

  • Airbags para joelho do motorista

  • Controle de Estabilidade

  • Controle de Tração

  • Freios ABS

  • Distribuição Eletrônica de Frenagem

  • Ar-Condicionado

  • Travas Elétricas

  • Ar Quente

  • Piloto Automático

  • Volante com Regulagem de Altura

  • Vidros Elétricos Dianteiros

  • Vidros Elétricos Traseiros

  • Central Multimídia

  • Rádio FM/AM

  • Entrada USB

  • Entrada Auxiliar

  • Bancos com ajustes elétricos

  • Desembaçador Traseiro

  • Teto Solar

  • Computador de Bordo

  • Faróis de neblina

  • Frenagem autônoma de emergência

  • Alerta de permanência em faixa

  • Sensor de pressão dos pneus

  • Sensor de pontos cegos

  • Alerta de colisão

  • Faróis com regulagem de altura