PUBLICIDADE
Topo

Renault Captur perde força ante irmão Duster e já não justifica preço alto

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/03/2020 04h00

O Captur estreou no Brasil em meio à enxurrada de novidades no segmento de SUVs compactos. Talvez por isso é que tenha sido ofuscado por lançamentos mais importantes, como Jeep Renegade e Honda HR-V. Mesmo assim, ele conquistou seu espaço no mercado e, se nunca esteve perto de incomodar os líderes, pelo menos garante uma parcela de clientes da categoria para a Renault.

Desde 2017 é que o design é seu principal argumento de vendas, especialmente diante de um envelhecido Duster. Porém, a Renault decidiu repaginar seu SUV de entrada e aproveitou a plástica para recheá-lo de equipamentos. A fabricante até lançou uma nova série especial chamada Bose para tentar manter o apelo do Captur, mas parece que o jogo virou.

Será que o Captur ainda consegue se manter atraente mesmo depois de quase três anos nas ruas? Descubra com UOL Carros nesta avaliação!

Divulgação/Renault

Renault Captur Bose

Preço

R$ 97.990,00 R$ 95.279,00 (Fipe) Ver histórico
Carros
3,9 /5
USUÁRIOS
3,9 /5
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

Economia de combustível nunca foi o ponto forte dos SUVs da Renault, e com o Captur é assim: os números são apenas regulares

Assim como o Duster, o Captur sofre um pouco para embalar. Culpa do motor 1.6 SCe associado ao câmbio CVT, dupla presente nos dois modelos

Quase quatro anos já se passaram desde a estreia, mas o Captur ainda continua sedutor. O problema é que ele precisa mudar logo para não perder mercado diante da concorrência, que agora ataca até dentro de casa com o Duster

Se o Captur Bose não é barato, pelo menos ele vem bem equipado. Itens como chave presencial, partida do motor por botão e central multimídia vêm de série, mas nenhum deles é tão bom quanto o ótimo som da Bose

Quem não leva o Captur pelo design certamente se encanta com o espaço. Cinco adultos viajam relativamente bem no carro e as malas ainda vão folgadas

A Renault costuma praticar bons preços de revisão; outros valores estão na média do segmento

Ao contrário do Duster, o Captur traz quatro airbags - e é bom lembrar que até o Kwid também vem com bolsas laterais

Pontos Positivos

  • Design arrojado
  • Espaço interno para cinco adultos
  • Qualidade do som Bose

Pontos Negativos

  • Consumo
  • Desempenho
  • Preço elevado

Veredito

O Captur Bose foi feito para os apreciadores de música que não querem apelar para um sistema de som no mercado paralelo. Porém, isso é muito pouco para justificar a compra. Até porque o preço salgado de quase R$ 100 mil afasta muitos compradores, que optam por SUVs mais modernos e bem equipados. Diante de um Duster rejuvenescido e recheado, o modelo que era o bonitão do pedaço perdeu grande parte de seu charme. E a situação não deve mudar pelo menos até a chegada da aguardada reestilização.

Beleza sempre foi um dos atributos ressaltados desde a campanha de lançamento do Captur. Até porque era fácil imaginar que o estilo do SUV conquistaria muitos clientes - e foi exatamente o que aconteceu.

O departamento de design da Renault na América Latina fez um trabalho competente ao aproveitar a base do Captur original, um modelo baseado no Clio europeu cujas dimensões são bem menores do que o "nosso" modelo. Alguns vão dizer que o projeto é muito semelhante ao Captur vendido na Rússia, que lá tem seu nome grafado com "K".

Fato é que o carro incorporou bem a identidade visual da Renault, fazendo com que o Captur oferecesse uma embalagem mais sedutora do que o Duster - o qual herdou plataforma, motorizações e vários outros componentes. O problema é que nenhuma beleza é eterna e os anos fizeram o Captur se tornar figura mais comum nas ruas. Depois de quase quatro anos, o projeto já dá sinais de envelhecimento, mas ainda se mantém dignamente diante da concorrência.

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

Sem o charme de outrora, a Renault apelou para uma série especial chamada Bose, que quer agradar os ouvidos em vez dos olhos. Isso porque o utilitário esportivo sai de fábrica com um competente sistema de som composto por sete alto-falantes, amplificador de sete canais e um subwoofer especialmente instalado dentro da forração do porta-malas, solução criativa que não rouba espaço do compartimento de bagagens.

O problema está justamente na hora de assinar o cheque. UOL Carros avaliou a versão 1.6 SCe de até 120 cv, que custa salgados R$ 97.990. A conta pode aumentar um pouco mais caso o proprietário escolha a bonita combinação cinza com teto prata (R$ 1.650) como a unidade cedida pela Renault. Aí o preço vai a R$ 99.640.

Existe uma configuração ainda mais cara (R$ 98.990), que traz o veterano 2.0 16V de até 148 cv - e que passa dos R$ 100 mil dependendo do opcional escolhido. Analisando as duas versões básicas, a diferença de apenas R$ 1 mil pode soar tentadora, mas, se eu fosse você, ficaria com a 1.6 mesmo. Além de mais equilibrado, o motor 1.6 é mais econômico do que o "irmão maior".

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

O Captur Bose é caro, mas vem com uma lista de equipamentos bastante generosa. Além do já citado sistema de som da Bose, o SUV vem com ar-condicionado digital, bancos revestidos parcialmente em couro, câmera de ré, volante revestido em couro com comandos de som na coluna de direção, chave presencial do tipo cartão, sensores crepuscular e de chuva, partida do motor por botão, piloto automático com limitador de velocidade, vidros elétricos nas quatro portas e ganchos para fixação de cadeirinhas Isofix.

Frente ao renovado Duster, o Captur dá algumas mancadas. Uma delas é a oferta da velha central multimídia Media Nav, ao passo que o modelo mais barato é o primeiro a sair de fábrica com a nova geração de sistema de entretenimento da Renault, batizada de EasyLink. Também não há sensor de pontos cegos nem câmera com visão em 360 graus, itens presentes no Duster.

Sobre o Captur, alguns comandos também ficam mal posicionados, como o botão que ativa o piloto automático: estranhamente ele fica muito perto da alavanca do freio de mão. Ao invés de estarem no volante, os comandos de som e telefone celular foram instalados atrás do volante, fixados na coluna de direção. Por fim, o acabamento interno abusa do plástico duro e sem o padrão de qualidade que a gente espera de um carro que beira os R$ 100 mil.

Murilo Góes/UOL
Imagem: Murilo Góes/UOL

A versão mais "barata" do Captur Bose é oferecida com o motor 1.6 SCe de 120 cv quando abastecido com etanol e 118 cv com gasolina. O câmbio é o mesmo CVT oferecido pela Nissan e que também equipa Sandero e Logan.

O conjunto não prima pela agilidade e também não se comporta de forma regular como no Duster. Falta fôlego para impulsionar os 1.286 quilos do SUV e o motorista precisa de uma dose extra de paciência se o veículo estiver carregado. Mesmo assim, o Captur 1.6 é melhor de dirigir do que a versão com motor 2.0.

FICHA TÉCNICA

Mecânica
  • Motorização

  • 1.6, 16V

  • Combustível

  • Etanol / gasolina

  • Potência (cv)

  • 120 / 118

  • Torque (kgf.m)

  • 16,2

  • Aceleração de 0 a 100 (segundos) (km/h)

  • 13,1 / N/D

  • Velocidade máxima (km/h)

  • 169 / 168

  • Consumo cidade (km/l)

  • 7,2 / 10,5

  • Consumo estrada (km/l)

  • 8,1 / 11,7

  • Câmbio

  • CVT

  • Tração

  • Dianteira

  • Direção

  • Elétrica

  • Suspensão Dianteira

  • Indepentente, McPherson

  • Suspensão Traseira

  • Eixo de torção

Dimensões
  • Altura (mm)

  • 1.619

  • Comprimento (mm)

  • 4.329

  • Entre-eixos (mm)

  • 2.673

  • Largura (mm)

  • 1.813

  • Ocupantes

  • 5

  • Peso (kg)

  • 1.286

  • Porta-malas (L)

  • 437

  • Tanque (L)

  • 50

Preço das Revisões, Seguro e Garantia
  • 10.000 km

  • R$ 459,09

  • 20.000 km

  • R$ 513,34

  • 30.000 km

  • R$ 513,34

  • 40.000 km

  • R$ 896,58

  • 50.000 km

  • R$ 567,59

  • 60.000 km

  • R$ 567,59

Equipamentos
  • Airbags Motorista

  • Airbags Passageiro

  • Airbags Laterais

  • Freios ABS

  • Distribuição Eletrônica de Frenagem

  • Ar-Condicionado

  • Travas Elétricas

  • Piloto Automático

  • Volante com Regulagem de Altura

  • Vidros Elétricos Dianteiros

  • Vidros Elétricos Traseiros

  • Central Multimídia

  • Rádio FM/AM

  • Entrada USB

  • Banco de Couro

  • Desembaçador Traseiro

  • Computador de Bordo

  • Acendimento automático dos faróis

  • Faróis de neblina