PUBLICIDADE
Topo

JAC T60 impressiona em preço e design, mas preserva defeitos da marca

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/04/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Modelo da JAC custa R$ 103.990 e tem porte de SUV médio
  • T60 tem motor 1.5 turbo de 168 cv, mas câmbio CVT prejudica desempenho
  • SUV vem com generosa lista de itens de série e acabamento surpreende

Quem acompanhou o começo da JAC Motors no Brasil sabe como a empresa evoluiu em quase 10 anos.

A fabricante aproveitou a invasão chinesa que tomou conta do mercado brasileiro e sobreviveu à debandada que aconteceu tão rápido quanto a chegada dessas empresas ao país. Mas é claro que houve consequências: a marca fechou diversas concessionárias, viu as vendas despencarem e reestruturou o portfólio de produtos. Sua linha agora é dividida em duas alas: carros elétricos e movidos a combustão.

Um dos poucos modelos movidos a gasolina é o T60, que chegou às lojas da marca no fim de 2019. Assim como os modelos mais recentes da JAC, o utilitário esportivo aposta em design moderno e uma generosa lista de itens de série para roubar vendas dos rivais mais tradicionais. Preço para isso ele tem: a partir de R$ 103.990.

Vale a pena desistir de um SUV compacto para levar o T60? Descubra com a gente a seguir!

Divulgação

JAC T60

Preço

R$ 103.990 R$ 105.626,00 (Fipe) Ver histórico
Carros
3,4 /5
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

Números apenas regulares para um carro com motor turbo prejudicam o T60

O câmbio CVT não se dá bem com o motor turbo e prejudica o desempenho do SUV

Embora ainda lembre outros modelos da concorrência, o T60 é bonito e elegante

O SUV da JAC é bem equipado como todo carro chinês e pode vir com teto solar e painel digital

Pessoas mais altas não têm muito do que reclamar do espaço para cabeça e joelhos

Por mais que a JAC tente amenizar a situação, os preços tendem a ser mais altos que os nacionais

O T60 decepciona ao trazer apenas o airbag duplo frontal exigido pela lei

Pontos Positivos

  • Design, preço e itens de série

Pontos Negativos

  • Desempenho, segurança e custo de manutenção

Veredito

O T60 é uma compra válida para quem precisa de um carro espaçoso, gosta de tecnologia e quer pagar preço de SUV compacto em um carro maior. Só que as vantagens param por aí. O representante da JAC traz defeitos que são comuns aos carros chineses em geral (e não apenas os da marca), como suspensão com calibragem mole demais e um câmbio que não "conversa" bem com o motor. Some isso à pequena rede autorizada e você pode concluir que o T60 pode até ser uma opção de compra. Mas não é a melhor da categoria.

É difícil definir em qual categoria o T60 se encaixa. Isso porque ele tem preço de SUV compacto e porte de médio. Sorte da JAC, que pode se gabar de oferecer um produto mais espaçoso e confortável por um valor muito competitivo.

O T60 é um dos carros mais bonitos vendidos pela JAC no país. Ok, é verdade que o estilo parece uma combinação de Hyundai Creta (nas laterais, especialmente) com um toque de Nissan Kicks. Mas a mistura não ficou ruim. As linhas são esportivas e imponentes, fazendo frente à maioria dos rivais mais compactos.

Veja o desenho da traseira, por exemplo. Bem resolvido, ela traz refinamentos estéticos que dificilmente notávamos em um modelo chinês, como o ressalto logo abaixo do vidro que simula um spoiler integrado. As lanternas criam um efeito visual muito bonito quando acesas e os cromados não pecam pelo excesso, como costuma acontecer nos chineses.

O interior da versão mais completa (que foi avaliada por UOL Carros) impressiona pela sofisticação. O visual do painel digital não fica devendo para nenhum modelo do mercado e os comandos de ar-condicionado e demais funções são agrupados em uma tela tátil, que é bonita de ver - mas nem tanto para usar, já que a disposição é meio confusa.

Os bancos (revestidos em couro nesta versão) são bem confortáveis e abraçam bem o corpo. A posição de dirigir é boa e os comandos ficam ao alcance das mãos, embora a quantidade de botões no volante pode confundir o motorista. Já o acabamento é de qualidade acima do padrão da marca, e superior à maioria dos rivais na mesma faixa de preço (leia-se Jeep Renegade, Nissan Kicks, entre outros).

Por ser um modelo de porte médio (4,41 metros de comprimento, 1,66 metro de altura, 1,80 metro de largura e 2,62 metros de distância entre eixos) o T60 tem uma cabine ampla. Dois adultos viajam confortavelmente no banco de trás, onde sobra espaço para joelhos e cabeça. O porta-malas comporta 450 litros, ou 40 litros a mais do que o Jeep Compass.

O T60 é movido por um motor 1.5 turbo de 168 cv a 5.000 rpm e torque máximo de 21,4 kgfm entre 2.000 e 4.500 rpm. O problema não está na motorização, e sim no câmbio CVT que simula seis marchas. Parece que ambos não falam a mesma língua: a caixa trabalha de forma preguiçosa e impede que o SUV deslanche com facilidade. Além disso, o nível de ruído dentro da cabine incomoda nas acelerações.

A calibragem da suspensão é excessivamente voltada para o conforto, deixando o SUV "mole" demais. Azar dos ocupantes, que sentem na pele ao passar por valetas e buracos. Nem adianta diminuir a velocidade, já que o carro sacoleja de um lado para o outro mesmo assim.

Os números de consumo não são ruins, mas também não merecem elogios. As médias são de 9,6 km/l na cidade e 11,2 km/l sempre com gasolina, até porque o T60 não é flex.

Os valores das revisões não são muito baixos, até porque as peças tendem a ser mais caras pelo fato de o carro ser importado.

Além disso, o T60 decepciona na segurança por trazer apenas airbag duplo frontal e freios ABS obrigatórios por lei. Se serve de consolo, o SUV vem com controles de estabilidade e de tração e assistente de partida em rampas.

O preço é provavelmente o maior trunfo do T60. Por R$ 103.990, ele se equivale a versões intermediárias de modelos compactos, mas oferece porte de SUV médio.

A lista de equipamentos também seduz o cliente. O SUV vem com sensor de pressão dos pneus, desembaçador dos espelhos retrovisores, piloto automático, central multimídia com tela de 10,25 polegadas, luzes diurnas de LED, freio de estacionamento elétrico, ar-condicionado digital, direção elétrica progressiva, faróis de neblina, ganchos para fixação de cadeirinhas Isofix, rodas de liga leve de 17 polegadas.

A versão mais completa custa R$ 107.990 e acrescenta bancos revestidos em couro, teto solar elétrico, projetor de LED nas portas (de gosto bem duvidoso, aliás) e painel digital.

Mecânica
  • Motorização

  • 1.5, 16V, turbo

  • Combustível

  • Gasolina

  • Potência (cv)

  • 168

  • Torque (kgf.m)

  • 21,4

  • Aceleração de 0 a 100 (segundos) (km/h)

  • 9,6

  • Velocidade máxima (km/h)

  • 195

  • Consumo cidade (km/l)

  • 9,6

  • Consumo estrada (km/l)

  • 11,2

  • Câmbio

  • CVT

  • Tração

  • Dianteira

  • Direção

  • Elétrica

  • Suspensão Dianteira

  • Independente, McPherson

  • Suspensão Traseira

  • Eixo de torção

  • Freios Dianteiros

  • Discos ventilados

  • Freios Traseiros

  • Discos sólidos

Pneus e Rodas
  • Pneus

  • 215/50 R17

  • Rodas

  • 17 polegadas

Dimensões
  • Altura (mm)

  • 166

  • Comprimento (mm)

  • 441

  • Entre-eixos (mm)

  • 262

  • Largura (mm)

  • 180

  • Ocupantes

  • 5

  • Peso (kg)

  • 1365

  • Porta-malas (L)

  • 450

  • Tanque (L)

  • 50

Preço das Revisões, Seguro e Garantia
  • 10.000 km

  • R$ 596

  • 20.000 km

  • R$ 796

  • 30.000 km

  • R$ 796

  • 40.000 km

  • R$ 1356

  • 50.000 km

  • R$ 636

  • 60.000 km

  • R$ 1036

  • Seguro

  • R$ 3 mil

  • Garantia

  • 6 anos

Equipamentos
  • Airbags Motorista

  • Airbags Passageiro

  • Controle de Estabilidade

  • Controle de Tração

  • Freios ABS

  • Distribuição Eletrônica de Frenagem

  • Ar-Condicionado

  • Travas Elétricas

  • Ar Quente

  • Piloto Automático

  • Volante com Regulagem de Altura

  • Vidros Elétricos Dianteiros

  • Vidros Elétricos Traseiros

  • Central Multimídia

  • Rádio FM/AM

  • Entrada USB

  • Entrada Auxiliar

  • Banco do motorista com ajuste de altura

  • Bancos com ajustes elétricos

  • Desembaçador Traseiro

  • Computador de Bordo

  • Acendimento automático dos faróis

  • Faróis de neblina

  • Sensor de pressão dos pneus

  • Abertura elétrica do porta-malas

  • Faróis com regulagem de altura