PUBLICIDADE
Topo

Fiat Argo Trekking 1.8: aventureiro é boa opção que merecia motor melhor

Vitor Matsubara

Do UOL, em São Paulo (SP)

08/09/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Versão aventureira do Argo ganhou motor 1.8 de até 139 cv
  • Carro sai por R$ 69.990 e é R$ 7.500 mais caro do que versão 1.3
  • Argo Trekking é confortável, mas decepciona em desempenho e consumo

Aventureiros urbanos já viveram dias melhores, mas ainda são uma opção interessante em relação aos SUVs compactos.

Por serem menores e custarem menos, eles seduzem quem procura um carro com visual diferenciado apenas para rodar na cidade - perfil no qual se enquadra a maioria dos clientes de utilitários esportivos no país.

É aí que o Argo Trekking já se destacava, embora sentisse falta de um motor mais forte do que o Firefly 1.3. Esse problema acabou com a chegada da motorização 1.8 e.torQ de até 139 cv e 19,3 kgfm, associada ao câmbio automático de seis marchas.

Por R$ 69.990, será que vale a pena levá-lo pra casa? Descubra na avaliação de UOL Carros.

Divulgação

Fiat Argo Trekking 1.8 16V AT

Preço

R$ 69.990
Carros
3,6 /5
USUÁRIOS
3,6 /5
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

Médias de consumo são ruins, mal que acomete todos os modelos com o motor 1.8 e.torQ

Mesmo sendo potente e com bom torque, a motorização de 1,8 litro poderia render mais

Sim, o Argo não é mais novidade para ninguém, mas ainda tem seu charme - e ficou interessante com a roupagem aventureira

Embora fique devendo itens de segurança, Argo Trekking tem lista de itens de série justa para a categoria

Argo não é apertado nem espaçoso, mas recebe bem os ocupantes, inclusive atrás

Assim como todo Fiat, o Argo tem custos de manutenção mais acessíveis

Argo vem só com airbag duplo obrigatório por lei

Pontos Positivos

  • Conforto
  • Design

Pontos Negativos

  • Desempenho
  • Consumo

Veredito

Se a ficha técnica sugere que o Argo Trekking 1.8 seja mais possante do que a versão 1.3, na prática as coisas não são bem assim. Ele é pouco mais ágil, mas o consumo é bem pior do que a configuração mais barata. É uma pena, já que o hatch é um carro confortável e bem equipado. É bom prestar atenção no preço, já que, com alguns opcionais, ele custa quase o mesmo do que as versões de entrada dos SUVs compactos mais renomados.

Argo Trekking 3 - Divulgação - Divulgação
Versão aventureira foi lançada em 2019
Imagem: Divulgação

O Argo foi lançado em 2017 e são grandes as chances de o hatch receber a primeira reestilização em 2021.

Enquanto isso não acontece, o hatch se vira como pode. A versão Trekking ainda tem cheiro de novidade, uma vez que foi lançada em abril de 2019. A roupagem aventureira caiu bem no carro com linhas esportivas.

Detalhes como as molduras plásticas nos para-lamas e os apliques nos para-choques são de bom gosto, sem o estilo exagerado que acometia os aventureiros até alguns anos atrás. Os adesivos colados nas laterais e no capô contribuem para o visual mais invocado, completado pelas barras longitudinais no teto.

As rodas de liga leve tem pintura na cor cinza e os pneus de uso misto ajudam a compor um visual mais parrudo.

Por dentro, os bancos trazem revestimento exclusivo com o nome da versão bordado nos encostos. O acabamento é de boa qualidade e agrada pela diversidade de texturas e cores.

A posição de dirigir é boa e confortável e há espaço suficiente para quatro adultos. O Argo Trekking não é espaçoso com um Renault Stepway (um de seus rivais diretos), mas recebe melhor os ocupantes do que o Hyundai HB20X (outro de seus concorrentes).

Argo Trekking 2 - Divulgação - Divulgação
Motor 1.8 de até 139 cv decepciona e tem consumo elevado
Imagem: Divulgação

Quem olha os números da ficha técnica pode se empolgar com o motor 1.8 e.torQ. Afinal de contas, são 139 cv / 135 cv e 19,3 kgfm / 18,8 kgfm de torque máximo.

Só que a animação acaba no primeiro contato. O conjunto não mostra a superioridade esperada em relação ao 1.3 Firefly. Prova disso está na aceleração de 0 a 100 km/h, que é realizada em 10,4 segundos no Argo Trekking 1.8 - apenas 0,4 segundo mais ágil do que a versão 1.3.

A transmissão de seis marchas também não ajuda a empolgar. Calibrada para o conforto, ela realiza as trocas em rotações mais baixas e demora para realizar reduções. Isso faz com que o hatch tenha um comportamento preguiçoso nas retomadas de velocidade, o que pode acabar irritando quem aprecia uma tocada mais esperta.

Um dos efeitos colaterais disso é que o motorista pode abusar mais do acelerador. E isso eleva as médias de consumo, que já não são nada boas. Segundo a Fiat, o aventureiro faz 6,6 km/l na cidade e 8,6 km/l na estrada com etanol no tanque, números que sobem para 9,4 km/l e 11,9 km/l, respectivamente, quando movido a gasolina.

Argo Trekking 4 - Divulgação - Divulgação
Versão avaliada tinha alguns opcionais
Imagem: Divulgação

Existe uma diferença de expressivos R$ 7.500 que separam o Argo Trekking 1.3 (R$ 62.490) da versão 1.8, que sai por R$ 69.990.

O problema é que ambos trazem a mesma lista de equipamentos, que inclui itens como ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos, travas elétricas, faróis de neblina, rodas de liga leve de 15 polegadas com pneus de uso misto, central multimídia com tela tátil de 7 polegadas e suporte a Android Auto e Apple CarPlay, sensores de estacionamento traseiros, volante multifuncional e coluna de direção com regulagem de altura.

A unidade avaliada tinha os seguintes opcionais:

Kit Tech (R$ 3.660): destravamento das portas sem chave, partida do motor por botão, retrovisores externos com rebatimento elétrico e luz de conforto, ar-condicionado digital, tela de TFT de 7 polegadas no painel de instrumentos, sensor de chuva, sensor crepuscular e retrovisor interno eletrocrômico.

Câmera de ré: R$ 1.200

Com esses itens, o preço do Argo Trekking 1.8 salta para R$ 74.850.

Argo Trekking 5 - Divulgação - Divulgação
Custos de manutenção são baixos e faltam itens de segurança
Imagem: Divulgação

Faltam alguns itens de segurança no Argo Trekking. O hatch vem apenas com airbag duplo frontal e freios ABS obrigatórios por lei. Não há controles de estabilidade e de tração - itens que, curiosamente, são oferecidos nas unidades fabricadas aqui e importadas para a Argentina. Vai entender...

Pelo menos os custos de manutenção são baixos, como é de praxe nos modelos da Fiat - e é isso que faz tanta gente comprar um Argo.

Argo Trekking 6 - Divulgação - Divulgação
Hatch da Fiat enfrenta dura concorrência no segmento
Imagem: Divulgação

Embora esteja longe dos tempos áureos, o segmento de aventureiros urbanos ainda tem alguns representantes no mercado.

Quem está interessado em um modelo deste segmento tem outras três opções: a primeira é o Ford Ka Freestyle 1.5. Por R$ 68.490, ele tem uma lista de equipamentos muito mais completa. O hatch sai de fábrica com airbags laterais, controles de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, câmera de ré, piloto automático e partida do motor por botão.

Assim como o Ka, o Hyundai HB20X Vision (R$ 70.590) supera o Argo Trekking no conteúdo. A exemplo do rival, ele também vem com airbags laterais frontais, controles de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas e piloto automático com limitador de velocidade.

Já o Renault Stepway Iconic é bem mais caro: R$ 82.190. O compacto oferece os mesmos itens de segurança de HB20X e Ka, embora não venha com assistente de partida em rampas e nem câmera de ré. Em contrapartida, ele é o único entre todos os modelos a trazer bancos revestidos em couro e ar-condicionado digital de série.

Mecânica
  • Motorização

  • 1.8, 16V, 4 cilindros, flex

  • Combustível

  • Etanol / Gasolina

  • Potência (cv)

  • 139 cv / 135 cv

  • Torque (kgf.m)

  • 19,2 kgfm / 18,7 kgfm

  • Aceleração de 0 a 100 (segundos) (km/h)

  • 10,4 s / 11,1 s

  • Velocidade máxima (km/h)

  • 179 km/h / 178 km/h

  • Consumo cidade (km/l)

  • 6,6 km/l / 9,4 km/l

  • Consumo estrada (km/l)

  • 8,6 km/l / 11,9 km/l

  • Câmbio

  • automático de 6 marchas

  • Tração

  • dianteira

  • Direção

  • elétrica

  • Suspensão Dianteira

  • independente, McPherson

  • Suspensão Traseira

  • eixo de torção

  • Freios Dianteiros

  • discos ventilados

  • Freios Traseiros

  • tambor

Pneus e Rodas
  • Pneus

  • 185/60 R15

  • Rodas

  • 15 polegadas

Dimensões
  • Altura (mm)

  • 1568 mm

  • Comprimento (mm)

  • 4002 mm

  • Entre-eixos (mm)

  • 2520 mm

  • Largura (mm)

  • 1749 mm

  • Ocupantes

  • 5

  • Peso (kg)

  • 1235 kg

  • Porta-malas (L)

  • 300 l

  • Tanque (L)

  • 48 l

Preço das Revisões, Seguro e Garantia
  • 10.000 km

  • R$ 376,00

  • 20.000 km

  • R$ 624,00

  • 30.000 km

  • R$ 548,00

  • 40.000 km

  • R$ 816,00

  • 50.000 km

  • R$ 568.00

  • 60.000 km

  • R$ 1.248,00

  • Seguro

  • R$ 2.100 (média)

  • Garantia

  • 3 anos

Equipamentos
  • Airbags Motorista

  • Airbags Passageiro

  • Freios ABS

  • Distribuição Eletrônica de Frenagem

  • Ar-Condicionado

  • Travas Elétricas

  • Ar Quente

  • Volante com Regulagem de Altura

  • Vidros Elétricos Dianteiros

  • Vidros Elétricos Traseiros

  • Central Multimídia

  • Rádio FM/AM

  • Entrada USB

  • Entrada Auxiliar

  • Banco do motorista com ajuste de altura

  • Desembaçador Traseiro

  • Computador de Bordo

  • Faróis de neblina