PUBLICIDADE
Topo

CarnaUOL

São Paulo


'Não consigo ver o motivo': porta-bandeira da Mancha contesta perda de nota

Adriana Gomes e Marcelo Luiz, mestre-sala e porta-bandeira da Mancha, posam para fotos ao lado do prêmio - Bruno Laurato/UOL
Adriana Gomes e Marcelo Luiz, mestre-sala e porta-bandeira da Mancha, posam para fotos ao lado do prêmio Imagem: Bruno Laurato/UOL

Bruno Laurato

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/04/2022 21h50

Embora tenha ganhado o Carnaval de São Paulo, a Mancha Verde recebeu duas notas baixas no quesito mestre-sala e porta-bandeira. O casal formado por Adriana Gomes e Marcelo Luiz já dançam há 9 anos na agremiação e tem no histórico diversas notas máximas.

Para o UOL, Adriana contou que não consegue identificar os motivos que os levaram a perder dois décimos seguidos nas notas dos jurados. "Não consigo te dizer qualquer motivo grave que tenha me tirado esses décimos. Então eu vou sim questionar", contou a dançarina.

O mestre-sala Marcelo, por sua vez, diz que nesse momento as notas baixas ainda doem no seu coração, mas que é preciso ter humildade para reconhecer a vontade do jurado.

Os dois opinaram que, por representar Nossa Senhora aparecida na avenida, eles diminuíram a velocidade da dança e isso pode ter contribuído com uma interpretação errônea do jurado.

Embora tenham perdido pontos, o casal foi recebido com carinho por toda a comunidade da mancha verde e pelo presidente Paulo Serdan.

"Eu achei que eles iam me manda embora daqui", brincou Adriana. Marcelo, no entanto, disse que já esperava que teria esse acolhimento, "mas não sabia que seria tanto", contou com os olhos marejados.

Também em conversa com o UOL, o presidente da agremiação revelou que recebeu com estranheza as notas do seu primeiro casal e que está aguardando a justificativa dos jurados para compreender.

Mancha Verde comemora segundo título do Carnaval em SP; fotos