PUBLICIDADE
Topo

CarnaUOL

São Paulo


Fim do desfile da Gaviões tem briga entre torcida e camarote; vídeo

Bruno Laurato

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/04/2022 02h11Atualizada em 24/04/2022 03h40

Uma briga generalizada entre público do camarote e a torcida organizada da Gaviões da Fiel tomou conta do camarote do setor F após o desfile da escola, no Sambódromo do Anhembi.

Segundo uma das folionas presente no camarote relatou ao UOL, a confusão teve início por conta da queda de um dos sinalizadores que a torcida usava nas pessoas do espaço — o que a torcida nega.

Alguns foliões pularam a cerca e invadiram a pista, enquanto a Mocidade Alegre já estava na avenida. Após a confusão, a Polícia Militar fez um cerco humano em volta da entrada do camarote.

Um integrante da torcida, por sua vez, disse à reportagem que a briga começou porque pessoas do camarote jogaram bebidas na arquibancada.

Como foi o desfile da Gaviões?

Fotos do desfile da Gaviões da Fiel no Carnaval 2022

Sem celebrar uma vitória no grupo especial desde 2003, a Gaviões da Fiel foi a segunda escola a pisar na avenida na última noite dos desfiles em São Paulo.

A agremiação, que traz Sabrina Sato à frente da bateria, traz um enredo forte sobre desigualdade social e mazelas, mas precisou esperar mais de 40 minutos antes de conseguir entrar na avenida.

Enquanto a nova integrante do "Saia Justa" (GNT) protagoniza uma "maratona", dividindo-se entre a capital carioca e a capital paulistana, a escola vinculada à maior torcida organizada do Corinthians cantou o samba-enredo "Basta!", que fala sobre injustiças sociais e as diversas faces dessa divisão.