PUBLICIDADE
Topo

CarnaUOL

Rio de Janeiro


Desfile, camarote, festa e bloco: o que esperar do Carnaval fora de época?

Carnaval fora de época tem várias opções para os foliões - Divulgação
Carnaval fora de época tem várias opções para os foliões Imagem: Divulgação

Filipe Pavão

De Splash, no Rio

21/04/2022 04h00

O Carnaval fora de época é uma realidade em 2022. Pela primeira vez, os desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro vão acontecer no feriadão de Tiradentes. Pensando nisso, o UOL explica o que o folião pode esperar dos próximos dias de folia.

Na cidade do Rio, a festa momesca começou oficialmente com os desfiles da Série Ouro, ontem, na Marques de Sapucaí. Amanhã, será a vez das agremiações do grupo especial da cidade começar os trabalhos. Ainda existem ingressos a serem vendidos.

Os foliões que quiserem prestigiar os desfiles terão de apresentar o passaporte vacinal completo. A medida foi anunciada na semana passada pelo presidente da Empresa de Turismo do Município do Rio (Riotur), André Duarte.

Quem não estiver na Sapucaí, pode conferir os desfiles pela televisão. A Globo vai exibir nacionalmente os desfiles do Rio de Janeiro. Apenas o estado de São Paulo vai conferir os desfiles da capital paulistana, pois os dois eventos coincidiram nas mesmas datas e horários.

Camarotes

Ainda no Sambódromo do Rio, camarotes oferecem atrações à parte. Com preços que podem chegar até quase R$ 5 mil, valor maior que no Carnaval de 2020, os produtores apostam nas pessoas que quere acompanhar os desfiles com luxo e atrações exclusivas. Eles também investem em chefes de cozinha renomados para compor a lista de atrações.

Dentre os que reúnem mais famosos, estão o Nº 1 e o Nosso Camarote. O primeiro traz o DJ Alok como atração principal, além de restaurante e bares em todos os três andares. Já o Nosso Camarote convida artistas, como Ludmilla, Luísa Sonza, Luan Santana, Gloria Groove e Dilsinho.

"O carnaval é a nossa cultura, move paixão, gera representatividade, gera trabalho para as pessoas e reconhecimento internacional, já que é uma festa com potencial turístico enorme. E a gente precisa disso. Economicamente, então, nem se fala. É uma cadeia que gira o ano inteiro para inúmeras pessoas. Minha empresa emprega centenas de funcionários para a festa acontecer. Então, com esse retorno esperamos não só trazer a alegria de volta para a avenida, mas ajudar na retomada dos empregos e das pessoas que dependem dessa festa", reflete Carol Sampaio, sócia do Nosso Camarote, que deve receber cerca de 2.500 pessoas por dia.

Sabrina Sato é rainha de bateria no Rio e em São Paulo - Reprodução/ Instagram @sabrinasato - Reprodução/ Instagram @sabrinasato
Sabrina Sato é rainha de bateria no Rio e em São Paulo
Imagem: Reprodução/ Instagram @sabrinasato

Blocos

Quem sente saudade da folia democrática, com blocos movimentando milhões de pessoas nas ruas da cidade, ainda vai ter de esperar um pouco. Isso porque a Riotur, empresa de turismo da cidade do Rio, não vai realizar oficialmente os desfiles, ou seja, não haverá infraestrutura para grandes blocos.

Em coletiva de imprensa, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, explicou que não haverá repressão aos blocos, mas guardas estarão pela cidade para manter o fluxo do trânsito. Grandes blocos decidiram não desfilar como os da Sebastiana, liga que reúne alguns dos mais tradicionais blocos de rua da cidade.

"Esse ano não vamos ter os blocos de rua. Estamos fazendo a divulgação da Casabloco, que vai contar com a presença de alguns blocos no evento", diz comunicado enviado pela assessoria da Sebastiana. Entre hoje e domingo de Carnaval, dentro da Casa França-Brasil, no Centro da cidade, o evento vai proporcionar encontros musicais de artistas e blocos, além de oficinas gratuitas e feira de moda

Ainda assim, blocos menores devem sair às ruas, principalmente em locais como Lapa, Praça XV e Região Portuária. Em fevereiro, esses lugares registraram concentrações de blocos, claro, bem menor do que era até 2020.

Festas e shows no Rio

Festas e eventos vão acontecer por toda a cidade e promover shows de artistas de diferentes estilos musicais. No Terreirão do Samba, ao lado da Marquês de Sapucaí, shows de nomes consagrados do samba, como Diogo Nogueira, Jorge Aragão, Paulinho da Viola, Leci Brandão, Pérciles e Tia Surica, em todos os dias de desfile. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e são vendidos presencialmente.

Estou feliz. Muito animada com o retorno do Carnaval
Tia Surica

Tia Surica é baluarte da Portela - Divulgação - Divulgação
Tia Surica é baluarte da Portela
Imagem: Divulgação

Pela cidade, diversas atrações embalam o Carnaval. Confira alguns destaques:

  • a festa open bar Adoro Frozen em São Conrado, hoje, traz 12 horas de música e Sinfônica Ambulante como uma das atrações;
  • Silva sobe ao palco do Lagoon, na Zona Sul, na sexta de Carnaval, a partir das 21h;
  • MangoLab Calorzão está de volta ao NAU Cidades, na Zona Portuária, no sábado de Carnaval, trazendo BK, Heavy Baile, MC Carol, Furacão 200 dentre as atrações;
  • ainda no sábado, Rebecca estreia seu bloco nos Jardins do MAM, a partir das 18h.

Outro destaque é a primeira edição do "Bloco Vai Safadão" na sexta de Carnaval. O evento vai contar com apresentações de Bell Marques, É o Tchan e Ludmilla, além do anfitrião, Wesley Safadão, a partir das 19h, em dois trios elétricos montados dentro do Parque Olímpico, Zona Oeste da cidade.

"Carnaval é uma das festas que eu particularmente mais gosto, porque transmite muito do que eu sou: alegria, união, diversão. Estou feliz com a retomada dos eventos e por esse ano, mesmo que fora de época, conseguir comemorar e participar de uma data tão importante pro nosso povo", diz o anfitrião.