PUBLICIDADE
Topo

CarnaUOL

Rio de Janeiro


Governador do RJ sugere suspensão do carnaval de rua: 'Irresponsável'

Bloco Boi Tolo, no Rio, em 2020 - Fernanda Dias/UOL
Bloco Boi Tolo, no Rio, em 2020 Imagem: Fernanda Dias/UOL

De Splash, em São Paulo

07/01/2022 14h08Atualizada em 07/01/2022 14h15

Cláudio Castro (PL), governador do Rio de Janeiro, sugeriu ao comitê científico do estado a suspensão do carnaval de rua em 2022.

"Seria irresponsável autorizar aglomerações, sem haver a possibilidade de seguir os protocolos sanitários, enquanto os casos de Covid-19 crescem", escreveu no Twitter.

"Especialistas estão reunidos neste momento para deliberar. Orientei a Secretaria de Estado de Saúde que dialogue com o conselho de secretários de saúde para que o evento não seja autorizado nos municípios", disse ainda o governador.

Na terça-feira, Eduardo Paes (PSD-RJ), prefeito do Rio de Janeiro, anunciou que o Carnaval de rua da cidade está cancelado em 2022.

O político explicou que a decisão foi tomada após uma reunião com os representantes dos blocos da cidade, realizada na tarde de hoje. Eram previstos 620 desfiles de 506 blocos na cidade, entre fevereiro e março deste ano. Os ensaios no Sambódromo seguem sem data para começar — o local passa por obras de melhorias e troca de asfalto.

Ainda não há definição sobre como a crise sanitária deve afetar os desfiles das escolas de samba, até então confirmados.

Até o momento, dez capitais já cancelaram a realização do Carnaval de rua em 2022 devido ao aumento de casos de covid-19 e do avanço da variante ômicron.