PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro

Quem é a ex-bailarina do Faustão que desbancou Paolla e Viviane no Carnaval

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

27/02/2020 04h00

Os desfiles do Rio de Janeiro vieram cheios de nomes de peso do mundo dos famosos. O Salgueiro vinha com Viviane Araújo, considerada a "rainha das rainhas" de bateria. Já a Grande Rio teve o retorno de Paolla Oliveira à Marquês de Sapucaí. Mas foi a Viradouro que levou o título de campeã e com ela, outra figura conhecida do público: Lorena Improta, que desfilou como musa da escola.

E pelo visto ela é muito pé-quente: em 2018, ela desfilou pela agremiação de Niterói pela primeira vez. Naquele ano, a Viradouro deixou a série A e voltou ao Grupo Especial. Agora, depois de não desfilar em 2019, ela retorna e é campeã do Carnaval.

Nascida em Salvador, na Bahia, Lorena fez parte do grupo de bailarinas do "Domingão do Faustão". Ela entrou para o elenco da atração em 2015, após participar de um concurso ao lado de Francielle Pimenta e Brennda Martins. No concurso, ela chegou, inclusive, a dividir o palco com Lucas Lucco, com quem dançou forró.

Lore, como é chamada, permaneceu no balé do "Domingão" até 2017. Apesar de ser bailarina, ela já confessou que não se acha muito habilidosa no samba.

"Vou ser sincera, não consigo sambar como as outras integrantes da comunidade [risos]. As sambistas mirins e as demais têm me dado alguns toques a cada novo ensaio de quadra que fazemos, aprendo muito com elas", contou ela ao UOL antes do desfile.

Lorena também ficou conhecida por seu relacionamento com o cantor Léo Santana. O casal rapidamente virou queridinho do público, mas também teve uma trajetória conturbada. Os dois viveram uma verdadeira relação ioiô: terminaram e reataram em diversas ocasiões, até noivos ficaram.

No final do ano passado, houve rumores de que os dois poderiam estar ensaiando mais uma reconciliação, mas dessa vez, parece que o término foi definitivo.

"Eu entendo o carinho dos fãs e esse cuidado que eles têm com a minha felicidade, mas por enquanto estou feliz solteira e com uma agenda cheia de trabalhos. Esse é o meu foco no momento", disse ela em entrevista.

Agora, ela está mesmo focada em comemorar o título de sua escola. "É uma emoção que não dá para descrever. Em 2018 quando participei, fomos campeões do Acesso e subimos para o Grupo Especial. É uma alegria indescritível, ainda mais quando fala sobre a Bahia, com esse enredo tão forte sobre empoderamento feminino e minha terra natal. Estou sem palavras", derreteu-se ela ao UOL.

Rio de Janeiro