PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro

Considerada 'rainha das rainhas', Vivi Araújo aceita 'título'

Viviane Araújo, rainha de bateria do Salgueiro - Lola Ferreira/ UOL
Viviane Araújo, rainha de bateria do Salgueiro Imagem: Lola Ferreira/ UOL

Lola Ferreira

Colaboração para o UOL, no Rio

24/02/2020 23h58

Viviane Araújo, rainha de bateria do Salgueiro, chegou à Marquês de Sapucaí aclamada e demonstrou não se incomodar em ser considerada a "rainha das rainhas" das escolas de samba.

"Agradeço de coração mesmo. Eu me orgulho de ter feito história, marcar o meu nome no Carnaval junto com o Salgueiro", disse.

Sambando à frente da Furiosa há 12 anos, a musa também afirmou que nem cogita trocar de escola.

No Carnaval 2020, o Salgueiro desfila o enredo "O Rei do Picadeiro", um tributo a Benjamin de Oliveira, o primeiro palhaço negro do Brasil.

A fantasia de Vivi representa o título de Rainha que, de acordo com a escola, só é dado a uma mulher cigana que apresenta "honradez, liderança, competência, carisma e respeito às tradições". Tudo a ver com Vivi!

Rio de Janeiro