PUBLICIDADE
Topo

CarnaUOL

Carnaval eletrônico do Mirante Beagá reúne "só os brabos"

Zirlene Lemos

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/02/2020 19h53

Seguindo a programação carnavalesca que entra na reta final nesta segunda, 24, o Mirante Beagá promove mais uma edição do já tradicional carnaval eletrônico. A festa, que começou às 2 da tarde e vai durar 10 horas, com previsão de término para 3h da manhã. Passam por aqui hoje, comandando as pick-ups alguns dos melhores DJs da cena nacional e internacional atuais.

A primeira atração internacional da festa subiu ao palco pontualmente às 17h, é o pássaro misterioso Claptone que se mantém no anonimato desde 2012. Ele veio como sempre usando sua marca registrada para ocultar a identidade: máscara dourada que lembra a dos médicos de pragas (com abertura nos olhos e um nariz em forma de cone semelhante a um bico), vestido de preto, com mangas compridas, luvas e chapéu.

Pouco antes, ele concedeu entrevista exclusiva para o UOL. "Meu mistério se dá pelo fato de eu não ter me encontrado com a música ainda. Uma maneira importante de tocar as pessoas com a minha música, é manter uma distância pessoal. As luvas, as mangas longas, o chapéu e a máscara são parte dessa distância do corpo, que me permitem estar perto de vocês através da música".

Considerado o melhor DJ de house do mundo pela Revista DJ Mag e com quase 300 apresentações só no ano passado, ele é famoso por seu baile de máscaras denominado, "The Masquerade".

Para manter o clima, na sequência quem assumiu foi a dupla de DJs paulistas Zegon e Laudz, mais conhecidos como Tropkillaz, estreando no Carnaval do Mirante. Eles responderam à equipe do UOL, em entrevista exclusiva antes do show, por que o funk tem tudo para conquistar o mundo.

"A batida do funk, o conceito, se misturou com vários estilos tem funk música eletrônica, funk pop, são várias vertentes, vários estilos e agora todo mundo tá vendo o funk de uma maneira que nunca tinha sido vista, então com certeza o funk está crescendo", dizem Zegon e Laudz.

"A gente quer fazer o máximo possível da América Latina, Paraguai, Argentina, Peru e aproveitar que essa porta abriu e nosso som está chegando para eles", avalia Zegon.

Com agenda lotada eles não param. "Desde sexta-feira, no sábado fizemos o Trio Elétrico com Major Lazer e Attoxxa, ontem em São Paulo e hoje aqui em Belo Horizonte, amanhã tocamos novamente em SP e, por último, nosso Bloco no Rio de Janeiro com o Major Lazer formado por Diplo, Jillionaire e Walshy Fire".

E perguntados se no Carnaval de BH teria dobradinha com o Diplo no palco (o artista se apresenta às 21h) a dupla respondeu de cara " acho que não vamos dar um refresco pro Diplo porque ele não aguenta mais ver a nossa cara, a gente tocou junto nos últimos 3 dias, masquem sabe", brincaram.

Segundo o Tropkillaz, há previsões para novidades no repertório da dupla. "Temos uma track pronta com o Dow Raiz, artista curitibano, e com o Rael, que é uma mistura do nosso estilo com o deles que é o reggae e música jamaicana. Vamos lançar no final de março e, na sequência, um collab/feat internacional bem grande Esse ano vai estar lotado de novidades", garante Laudz.

E ainda hoje no carnaval eletrônico em BH tem os internacionais Diplo (EUA), Kshmr (Israel) e Timmy Trumpet (Austrália) e o brasileiro Bruno Martini, o DJ mais ouvido e popular do momento, que encerra o penúltimo dia de Carnaval do Mirante Beagá.

CarnaUOL