PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Simony condena apalpada de Dudu Camargo: 'Chateada, insatisfeita, invadida'

"Meu corpo é o meu corpo e só toca nele quando eu permitir", disse Simony, que foi apalpada por Dudu Camargo - Iwi Onodera/UOL
"Meu corpo é o meu corpo e só toca nele quando eu permitir", disse Simony, que foi apalpada por Dudu Camargo Imagem: Iwi Onodera/UOL

Do UOL, em São Paulo

22/02/2020 23h46Atualizada em 23/02/2020 14h41

A cantora Simony, uma das apresentadoras do Carnaval da RedeTV!, condenou o assédio que sofreu de Dudu Camargo, que apalpou seus seios durante a transmissão dos bastidores do evento em São Paulo.

"Ontem aconteceu um episódio que me deixou extremamente chateada, insatisfeita, invadida", disse. "Meu corpo é o meu corpo e só toca nele quando eu permitir. Você, que se sentir invadida por qualquer coisa, você tem, sim, que denunciar. Meu repúdio a qualquer pessoa que encoste em você sem a sua permissão", completou.

Ontem, depois do assédio, Simony afastou a mão de Dudu e o chamou de abusado.

Em conversa com o UOL, depois do episódio, ela falou sobre a situação: "Estou bastante [chocada] ainda. Acho que passou dos limites, mas ele é novo, ele pode aprender", disse.

Dudu ainda segurou com força o pescoço de Simony quando deu um "selinho" nela. "É só um selinho e ele quer ficar segurando o pescoço da gente!", reclamou Simony ao vivo.

São Paulo