PUBLICIDADE
Topo

Céu na Terra inicia desfile com oração no Rio

Michel Alecrim

Colaboração para o UOL, no Rio

22/02/2020 08h20

O tradicional bloco Céu na Terra iniciou há pouco seu desfile pelas ruas do histórico bairro de Santa Teresa, no Rio. Antes do aquecimento da bateria os músicos se deram as mãos e recitaram oração a São Miguel Arcanjo.

Nesse clima de paz, o bloco está fazendo este ano uma homenagem à Bahia. O repertório também vai lembrar o estado nordestino, com muitos afoxés.

"O samba veio da Bahia, que sempre nos inspirou. Mas esta é a primeira vez que escolhemos esse tema", diz Pericles Monteiro, diretor do bloco.

O tempo nublado e a ameaça de chuva não espantaram os foliões, que madrugaram para o desfile. Muitas fantasias têm como temática a crítica política.

O advogado Gustavo Coutinho, 31 anos, estava de Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Na cabeça, a frase: "Se Jesus gosta de goiaba, Messias é louco por laranjas!", em referência à suposta visão de Cristo pela ministra e ao escândalo dos candidatos laranjas do PSL.

"O carnaval é o melhor momento para nos manifestarmos. Adoro esse bloco justamente pela crítica política e social", ressalta o advogado.
Os funcionários públicos Lisi Salazar, 37, e Lionel Mota, 43, protestaram contra o ministro da Economia, Paulo Guedes, que chamou a categoria de "parasita". Na mão, estátuas do Oscar, ganho pelo filme coreano com esse nome.

"Estamos homenageando o filme e ironizando essa fala desastrosa", afirmou Salazar.

Banda inglesa reforça bloco

Músicos da banda inglesa New York Brass Band, de York, reforçaram o time do bloco Céu na Terra.

São 12 instrumentistas escolados no jazz, que entraram no ritmo do samba. Os homens do grupo estavam e anjinhos e as duas mulheres, de diabas. Eles são liderados pelo trompetista inglês Tom Ashe, que tem projeto social de ensino de música em comunidades próximas. Estavam bastante entrosados com as tradicionais marchinhas de Carnaval.

O Céu na Terra sai do Largo dos Guimarães e termina seu cortejo no Largo do Curvelo. Na frente do bloco os tradicionais bonecos gigantes e pernaltas.

Blocos de Rua