PUBLICIDADE
Topo

"Parece que foi um sonho", diz Preta Gil sobre desfile de seu bloco no Rio

Preta Gil arrastou milhares de foliões para seu bloco no Centro do Rio - Ricardo Borges/UOL
Preta Gil arrastou milhares de foliões para seu bloco no Centro do Rio Imagem: Ricardo Borges/UOL

Colaboração para o UOL

Em São Paulo

17/02/2020 14h34

Depois de levar 320 mil pessoas para o seu bloco domingo no Rio de Janeiro, Preta Gil só teve o que comemorar. A cantora usou seu Instagram nesta segunda-feira para falar da emoção de desfilar mais uma vez com uma multidão a acompanhando.

"Parece que foi um sonho!!! Estou anestesiada de tanto amor que recebi ontem no nosso 11º desfile do Bloco da Preta. E o meu vestido deuso foi feito pelo Silvestre Gustavo e essas fotos lindas pelo Thiago Bruno", escreveu a artista em seu perfil na rede social.

O Bloco da Preta foi colorido, alegre, engajado e político, exigindo respeito às mulheres, e levantando bandeiras contra o racismo, a gordofobia e a homofobia. A diversidade musical também deu o tom do desfile. Além de suas músicas, Preta Gil cantou frevo, sertanejo, axé, samba e funk.

A cantora recebeu a participação de MC Rebecca, que cantou "Combatchy" e outros sucessos.

Com um discurso engajado do começo ao fim, Preta defendeu a liberdade de amar, o respeito às diferenças e, sobretudo, respeito às mulheres. Afinadas com a cantora estavam suas musas. Entre elas, a atriz Letícia Lima, que atualmente vive o papel de Stella na novela "Amor de Mãe", estava fantasiada com um figurino em homenagem à liberdade da mulher.

O desfile terminou com o público se manifestando contra o presidente Bolsonaro. Do alto do trio, já sem microfone, Preta se despedia dos foliões dando tchau para o preconceito e para a intolerância.

Blocos de Rua