PUBLICIDADE
Topo

Confraria do Pasmado faz desfile cheio de tropicalismo em São Paulo

Patrícia Larsen

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/02/2020 17h13

A Confraria do Pasmado fez seu desfile na Rua dos Pinheiros por um quilômetro. A concentração começou na travessa com a rua Francisco Leitão e percorreu até o cruzamento com a Rebouças. Mais de 15 mil acompanharam o bloco, segundo a organização.

Nem as nuvens negras e a forte chuva que se formou espantaram os foliões. "A Confraria do Pasmado é amor. É estar com os amigos e curtir o melhor do Carnaval de São Paulo", contou Camila Della Mônica, 40, grávida de 8 meses e ritmista do Pasmado há 3 anos. "Ano que vem estarei com meu bebê aqui, com certeza".

Outra fã da Confraria é Angela Orfibodinalli, 58, que voltou a morar no Brasil há apenas dois anos. "Descobri o Pasmado me apaixonei. Adoro a postura política do bloco e as músicas", disse.

Os cantores oficiais do Pasmado, Bia Sá, Eduardo Piagge e Guilherme Penin, passeiam por um repertório que vai de Chico Buarque a Daniela Mercury e levam os foliões à loucura. Emilene Pardo, 42, professora, curtiu a festa com seus dois filhos, Pedro e Cecília. "Ouvir essas músicas ao vivo, com essa bateria, é outra sensação".

Seu filho Pedro Pardo, 8, estava amando. "Gosto mais dos confetes e dos sprays de espuma, mas estou curtindo muito as músicas".

Novidade na Confraria

Neste ano, a Confraria do Pasmado também trouxe sete 'pernistas' para o seu desfile. Yasmim Arché, uma das garotas 'nas alturas' e também figurinista da trupe, estava animadíssima. "Sempre amei o Pasmado por seu posicionamento e estar no bloco hoje é um sonho". As meninas animaram o bloco das 11h às 17h com pouco minutos de desconto.

Blocos de Rua