PUBLICIDADE
Topo

Em busca do 3º título, Acadêmicos do Tatuapé homenageia cidade de Atibaia

Bicampeã em 2017 e 18, a escola Acadêmicos do Tatuapé tenta voltar ao topo no Carnaval de São Paulo - Mariana Pekin/UOL
Bicampeã em 2017 e 18, a escola Acadêmicos do Tatuapé tenta voltar ao topo no Carnaval de São Paulo Imagem: Mariana Pekin/UOL

Colaboração para o UOL

Em São Paulo

04/02/2020 16h33

Duas vezes campeã do Grupo Especial em São Paulo, a escola Acadêmicos do Tatuapé homenageará, no Carnaval 2020, a cidade de Atibaia (SP), com o tema de enredo "O ponteio da viola encanta... Sou fruto da terra, raiz desse chão... canto Atibaia do meu coração".

A tradicional agremiação da Zona Leste tenta recuperar o título após ter sido bicampeã em 2017 e 2018. No ano passado, teve um desempenho modesto e ficou em sétimo, não se classificando nem para o desfile das campeãs.

Pelo quarto ano seguido, Andréa Capitulino será a rainha de bateria da tradicional escola. A carioca deu sorte em sua estreia à frente dos ritmistas em 2017 e repetiu a dose em 2018, com o bicampeonato da escola.

Com 37 anos e dona de uma clínica de estética, Andréa conquistou seu espaço no carnaval paulistano, depois de desfilar no Rio de Janeiro por Salgueiro, Mangueira, Vila Isabel e Unidos da Tijuca.

De acordo com a programação do Carnaval de São Paulo, Acadêmicos do Tatuapé será a quinta escola a cruzar a avenida na primeira noite de desfiles (21 de fevereiro), às 3h55 da madrugada de sexta para sábado.

SAMBA-ENREDO

O ponteio da viola encanta... Sou fruto da terra, raiz desse chão... canto Atibaia do meu coração

Compositores: Turko, Zé Paulo Sierra, Maradona, Silas Augusto, Rafa do Cavaco, Luis Jorge, Léo Reis, Fabiano Sorriso, Márcio André, Daniel Kattar e Bello

LETRA

Ê viola! Inspiração da minha alma sertaneja
Ê viola! O meu paraíso abriu a porteira
O galo canta anuncia um novo dia
Relicário de beleza, doce água cristalina
É sagrado esse chão...
No suor da enxada eu cresci de grão em grão
Lá vem o trêm... lá vai fumaça
O meu folclore é herança popular
Senhora do Rosário me alumia
Salve as águas de Oxalá

Lê lê lê lê lê á... vem pro nosso arraiá
Tem fogueira, quentão viva meu São João
Puxe o fole sanfoneiro pra viola chorar
O balão vai subindo pro céu enfeitar

Sou eu... filho da terra onde mora a poesia
Um violeiro que seguiu em romaria
Oh mãe querida peço tua proteção
Trago no peito essa tradição
E o orgulho de viver nesse lugar... (Meu lugar)
Num "templo" de paz e amor
Das mãos calejadas a arte brotou
Do alto da pedra, obra divina do meu criador
É carnaval...
Sinto perfume das flores
Um doce sabor no meu paladar
É Atibaia... nos braços do povo a cantar

Ponteia viola... bate o meu coração
Sou fruto da terra, raiz desse chão
Tatuapé... comunidade guerreira
Levanta sacode a poeira

São Paulo