PUBLICIDADE
Topo

Chico Barney

Caiu para cima! Lexa sai do carnaval ainda maior do que entrou

Lexa (Foto: Daniel Pinheiro/ AgNews) - Lexa (Foto: Daniel Pinheiro/ AgNews)
Lexa (Foto: Daniel Pinheiro/ AgNews) Imagem: Lexa (Foto: Daniel Pinheiro/ AgNews)
Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

26/02/2020 15h05

Cantora de voz potente e uma luminosa presença em palcos e videoclipes, Lexa estava demorando para atingir o máximo do próprio potencial. Talvez pela escolha do repertório ou pelo timing de suas redes sociais, a popularidade não parecia acompanhar tanto talento.

Foi perceptível a mudança de comportamento ao longo dos últimos meses. Lançou músicas de forte apelo comercial e também passou a investir em um conteúdo proprietário mais alinhado ao zeitgeist. Seu Instagram é tão fundamental quanto as várias playlists do YouTube e Spotify com seus hits.

Outro indício relevante de que estamos falando de uma estrela em ascensão é o contrato com o Multishow. O canal tem um faro apurado para incluir em seu casting figuras carismáticas prestes a explodir. Basta lembrar que Iza comandou o "Música Boa Ao Vivo" quando ainda era apenas um burburinho, e logo na sequência se tornou um fenômeno de eloquente escala. Depois do "Verão Multishow", Lexa deve assumir novos projetos em breve.

E o carnaval acelera ainda mais a inevitável chegada da cantora ao protagonismo do showbiz contemporâneo. Na qualidade de madrinha de bateria da Unidos da Tijuca, posto ocupado durante tantos anos pela brilhante Juliana Alves, conquistou novos e importantes holofotes.

A queda durante o desfile poderia ser considerado algo negativo, mas a maneira como lidou com o acidente transformou a experiência em algo ainda mais especial. Além de musa da folia, provou ser alguém que é capaz de inspirar as pessoas.

Resta saber como Lexa vai aproveitar a nova condição. Tem tudo na mão para continuar conquistando fama e prestígio.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Chico Barney