PUBLICIDADE
Topo

Homem para o carro em estrada de Goiás para dar água a filhote de tatu

O filhote de tatu provavelmente fugia dos incêndios da região - Reprodução/Youtube
O filhote de tatu provavelmente fugia dos incêndios da região Imagem: Reprodução/Youtube

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/10/2020 15h01

No início deste mês, o professor Cledson Matias de Oliveira dirigia por uma estrada no estado de Goiás quando notou um animal no meio da estrada que, em suas palavras, parecia estar pedindo socorro. Ele então encostou o carro e viu que se tratava de um filhote de tatu, afugentado de seu habitat pelas queimadas que estão acontecendo na região.

Cledson tirou o animal da estrada e ofereceu água em um copo que levava no carro, e o vídeo do tatuzinho bebendo com alvoroço sem se importar com a proximidade de um humano - o que não é comum para a espécie - emocionou na internet e já rendeu quase 60 mil visualizações no canal de Cledson.

Em entrevista ao site The Dodo, Cledson afirmou que o momento foi mágico, porque conseguiu sentir a gratidão do animal pelo seu gesto. Segundo ele, sua vontade era levar o animal do local, mas sabe que o correto é interferir o menos possível na vida de espécies silvestres.

O encontro do homem com o filhote de tatu aconteceu na região sudoeste do estado de Goiás, próximo da divisa com o Mato Grosso. Assim como tem acontecido nas regiões pantaneiras e amazônicas, o cerrado brasileiro também sofre com o aumento das queimadas este ano. A Chapada dos Veadeiros, parque localizado no estado de Goiás, já teve 67 mil hectares de sua vegetação consumida pelos incêndios este ano.