PUBLICIDADE
Topo

Boi de 500 kg é criado como animal de estimação no interior de São Paulo

Simone Machado

Colaboração para o UOL, em São José do Rio Preto (SP)

19/10/2020 20h03

Enquanto a maioria das famílias escolhe um cachorro ou um gato como animal de estimação, uma família de José Bonifácio, interior de São Paulo, cria no quintal de casa um boi Nelore de meia tonelada.

O animal de dois anos, chamado Xerife, chegou à residência do pecuarista Rafael Vinicius Cardoso, 28 anos, depois de ser rejeitado pela mãe e ser encontrado abandonado no pasto quase morto.

"A gente trabalha com a compra e venda de gado. A mãe dele foi comprada em Tocantins e, por causa do estresse da viagem, ela teve um parto prematuro e rejeitou o bezerro. Fui no sítio e vi uns urubus no pasto, e ao me aproximar, vi o bezerrinho. Fiquei com dó e resolvi levá-lo para casa para cuidar", lembra Rafael.

Xerife e cachorro - Acervo pessoal - Acervo pessoal
Xerife seria doado, mas foi criado ao lado dos cães da família
Imagem: Acervo pessoal

A ideia inicial do jovem era resgatar o então bezerro e doá-lo depois que ele estivesse melhor de saúde, mas com o passar dos dias, Rafael e toda família se apegaram ao animal, que passou a ser criado no quintal de casa junto com mais três cachorros.

"A gente cuidava dele, dava alimentação e medicação de quatro em quatro horas. Quando ele se recuperou, a ideia era doá-lo para algum sitiante da região. Cheguei a ligar para algumas pessoas oferecendo o Xerife, mas no dia que coloquei ele no carro para levá-lo embora, ele começou a me olhar de um jeito que acabei desistindo e voltando com ele para casa", acrescenta o pecuarista.

A companhia dos cachorros fez com que Xerife ganhasse hábitos caninos: brinca com os donos, pede carinho, come na mão das pessoas, toma banho de mangueira e atende pelo nome quando é chamado.

Quando menor, o animal ficava dentro de casa junto com os outros pets, mas devido ao seu tamanho, agora ele fica apenas no quintal, onde corre pelo gramado com os cachorros e vai até o portão da residência brincar com as crianças e moradores de José Bonifácio. O animal de estimação exótico virou inclusive atração da cidade, que tem pouco mais de 32 mil habitantes.

Xerife e dog - Acervo pessoal - Acervo pessoal
companhia dos cachorros fez com que Xerife ganhasse hábitos caninos; na vizinhança, o pet faz sucesso
Imagem: Acervo pessoal

"Todo mundo conhece o Xerife. Os vizinhos vêm trazer fruta para ele, as crianças vêm sempre aqui para vê-lo. Quando a vizinha da frente aparece no portão, ele já berra porque ele gosta muito dela. Agora a gente tem dó de levar ele embora", diz o dono do animal.

Adaptações na casa

À medida que Xerife ia crescendo, a casa da família foi se transformando. O jardim com plantas e um orquidário deram lugar a um piquete e uma cerca, onde o animal fica a maior parte do tempo.

"Ele ficava na varanda, mas foi crescendo e o local foi ficando apertado. Além disso, ele fazia muita sujeira; por isso, decidimos fazer um cercado para ele ficar apenas na grama", explica Rafael.

No local reservado para o animal, os outros animais da família também têm acesso — inclusive um cachorro da raça pitbull, que, segundo a família, é o melhor amigo do Xerife.

"Ele adora brincar e é muito carinhoso. Assim como os cachorros, ele também sente ciúme da gente. Se eu entro na área dele acompanhado de mais alguém, ele se aproxima e vai empurrando a pessoa para longe de mim. Só ele quer ficar perto", conta Rafael.

Vídeo viralizou nas redes sociais

A paixão pelo Xerife é tanta que a família faz questão de registrar tudo em fotos e vídeos, o animal inclusive tem uma conta no Instagram. Em vídeo feito recentemente, o animal aparece na área de churrasqueira da casa da família após quebrar diversos objetos em busca de comida.

Segundo Rafael, no dia em que as imagens foram feitas, Xerife havia escapado do cercado. "Eu tinha saído com a minha namorada para buscar capim para o Xerife e quando voltamos estava tudo destruído. Ele quebrou a corrente que fecha o cercado dele e foi derrubando tudo o que achou pela frente", lembra o pecuarista.

Raça Nelore

O Nelore é uma raça de gado de origem indiana e tem sido predominante nos rebanhos do Brasil, representando cerca de 80% da toda produção de carne no território nacional. A raça é caracterizada principalmente pela sua pelagem branca ou em tons de cinza, além de ter um corpo aparentemente robusto e apresentar animais de aparência sadia e forte, que pode ser potencializada com uma criação de qualidade. Já sua pele é bastante escura e oleosa, mas macia e bastante flexível.