PUBLICIDADE
Topo

Pelé, a arara que assiste os treinos da seleção, vira alerta sobre Pantanal

Arara Pelé pousa na jogadora Bruna Benites em treino da seleção - Reprodução/Instagram
Arara Pelé pousa na jogadora Bruna Benites em treino da seleção Imagem: Reprodução/Instagram

Taís Ilhéu

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/09/2020 04h00

A aparição de Pelé em um treino da seleção feminina de futebol gerou comoção na semana passada. Mas não estamos falando do melhor jogador de todos os tempos. Pelé, uma arara da espécie canindé, mora no mesmo condomínio onde fica o centro de treinamentos da Seleção Brasileira de Futebol em Teresópolis (RJ), e suas visitas nos treinos e jogos não são coisa recente, como confirmou a assessoria do futebol feminino ao UOL BICHOS. Essa foi, no entanto, a primeira vez que a arara pousou em um jogador, e a escolhida foi a zagueira Bruna Benites.

Ela contou ao site da CBF que quando viu a ave vindo em sua direção não pensou que ela fosse parar, mas quando pousou em seu ombro ficou parada porque já a conhecia e sabia que o animal era manso e tranquilo. Em seguida, a arara subiu em sua cabeça e foi retirada de lá pelo preparador físico com a ajuda da bola.

No mesmo dia, Bruna, que é mato-grossense, postou uma foto e um vídeo em sua conta no Instagram relatando o ocorrido, e aproveitou para se posicionar sobre os incêndios no Pantanal:


Com a repercussão das postagens, a jogadora resolveu fazer um outro post no dia seguinte contando um pouco mais sobre quem é a arara Pelé e a importância de proteger espécies ameaçadas como ela.

Uma arara influencer

Com mais de três mil seguidores no Instagram, a Arara Pelé - ou melhor, seu dono, Iago Richard - registra os momentos de diversão na rede desde o meio do ano passado. Pelé mora com a família no condomínio da Granja Comary, e conforme a própria jogadora Bruna relatou em sua postagem, é licenciada pelo Ibama. O animal é domesticado, mas ainda assim vive livre e pode voar.

Como é bom ter asas pra voar Passe pro lado ??

Uma publicação compartilhada por ararapelé (@ararapele) em

Antes de ficar famoso por interromper a atividade da seleção feminina, Pelé já tinha tido seus cinco minutos de fama em maio, quando foi fotografada no calçadão do Arpoador e diversas pessoas pensaram se tratar de um animal selvagem, já que circulava livremente pela praia. Como contou a zagueira da seleção, a arara também costuma frequentar os treinos da seleção sozinha, e geralmente assiste o jogo "de camarote", perto do gol. "Costuma ficar no travessão ou na rede atrás do gol, mas ontem ele resolveu ver as coisas de um outro ângulo", contou Bruna.

Ao compartilhar a foto da postagem de Bruna, o dono de Pelé também aproveitou para lembrar que embora ele seja um pássaro legalizado e que vive em segurança, o restante da espécie corre perigo. A ameaça de extinção ocorre em partes por conta do tráfico, mas principalmente pela devastação de seu habitat. No Brasil, as araras-canindé ocorrem com mais frequência na Amazônia e o Pantanal - dois biomas ameaçados e que enfrentam graves incêndios.

A zagueira Bruna acredita que o animal deixou um importante recado ao pousar na única pantaneira em campo, e alertou sobre o cenário lamentável de queimadas no Brasil e em outros lugares do mundo. Finalizou resgatando o comentário de um seguidor em um dos seus posts que viralizaram "Se uma joaninha pousar em você significa sorte, imagina uma arara!".